sábado, 12 de abril de 2014

TERAPIA DO PASSE










MOMENTOBRASIL.COM(Comentário):
A energia que algumas pessoas têm nas mãos, alem de promoverem curas, é um tipo de mediunidade.









Como pode ser definido o passe aplicado nos Centros Espíritas?
É uma terapia de transmissão de energias, usada milenarmente, com resultados positivos sobre a saúde física e psíquica, através da renovação do campo vibratório de quem o recebe.
Quais os tipos de passe?
O passe pode ser espiritual ou misto.
No passe espiritual, a manipulação de fluidos é feita pela espiritualidade, não sendo necessária a presença do trabalhador passista encarnado. No passe misto, o médium passista emite magnetismo humano, que associado ao espiritual, tem o propósito de beneficiar o receptor das energias.
O passe atua sobre o perispírito e, através do reequilíbrio do corpo espiritual, ocorre a melhora física e psíquica. Porém, essa terapia não dispensa o tratamento médico e psicológico (quando necessário), sendo que a espiritualidade pode, inclusive, atuar potencializando a melhora através da medicação utilizada pelo paciente.
Quando o passe misto é indicado?
O passe misto é, muitas vezes, indicado pelo Atendimento Fraterno para as pessoas que estão em atendimento espiritual na Casa Espírita ou para os enfermos do corpo, para quem o magnetismo de origem humana (do passista) é indicado. Afora isso, cabe a cada um avaliar a real necessidade do recebimento desse passe, a fim de não sobrecarregar os médiuns e os Espíritos, não se utilizando de energias que poderiam ser destinadas a quem realmente precisa.
Posso levar para o passe roupas de um familiar que não foi ao Centro Espírita?
Não é necessário levar para o passe fotos ou roupas das pessoas que desejamos auxiliar. O passe à distância, emitido pelo pensamento de quem se dispõe a ajudar o próximo é importante e eficaz. Se possível, a pessoa que receberá as energias deverá estar em sintonia, vibrando no bem e desejando sinceramente ser auxiliada. Além disso, pode-se levar um recipiente com água para magnetizar em favor do enfermo.
Como aumentar a eficácia do passe?
A fé e o merecimento são as condições necessárias para a eficácia do passe, tendo em vista que torna o auxiliado mais receptivo, formando condições favoráveis para o trabalho espiritual. Além da fé, são também importantes a oração e o recolhimento interior, em especial durante a aplicação do passe.
O passe, sempre que possível, deve ser precedido de uma reflexão doutrinária - uma palestra - facilitando, assim, a elevação do padrão mental vibratório, criando a sintonia com os bons espíritos.
Assimilando com interesse os esclarecimentos acerca da Doutrina Espírita, que auxiliam na realização da reforma íntima, o ouvinte torna-se receptivo aos bons fluidos emitidos pela espiritualidade; por isso é indispensável ouvir atentamente a palestra pública, meditando sobre o assunto, pois durante a sua realização a espiritualidade superior aplica o passe espiritual.
Jesus utilizou o passe?
Sim, o Mestre utilizou-se deste recurso para realizar inúmeras curas, pois era portador de grande potencial magnético. Porém, ele sempre advertia: “Vá e não peques mais”, alertando que as mazelas físicas têm origem no desequilibro espiritual. E que a verdadeira cura ocorre a partir da transformação íntima, liberando dos comprometimentos anteriores, através da mudança de atitudes, do trabalho no bem e da prece.

(Fonte: Spirit book)




Um comentário:

Maria José Rezende de Lacerda disse...

Excelente postagem, amor meu. Beijos.