segunda-feira, 14 de abril de 2014

INCOMPETÊNCIA GENERALIZADA






MOMENTOBSIL.COM(Comentário):

Planejamento incompetente adia a opreração de cerca de 70 usinas. Não adianta as sucessivas revisões nos cronogramas, pois as respectivas usinas deixaram de entrar  em operação no primeiro trimestre deste ano no país, representando algo em torno de 90% do previsto para o período, ou seja: 3 mil megawatts deixam de ser gerados e, que daria para abastecer todo o estado do Ceará. Ainda há casos de usinas que entre janeiro de 2013 e fevereiro desse ano tiveram 11 alterações consecutivas no cronograma de entrada em operação como os parques eólicos Icaraí I e Cerro Chato V. Para os especialistas, as constantes revisões revelam falhas no planejamento e na fiscalização das usinas, alem dos problemas com a burocracia. Já o Ministério das Minas e Energia afirma que as sucessivas alterações não ocorrem em todos os empreendimentos. A afirmação do ministro Edison "fantasmagórico' Lobão como sempre não é confiável. Ja se contradisse em 'n' oportunidades. Se há um setor onde a Presidanta não teria o direito de errar, é justamente o elétrico. Pois, já foi a titular da pasta. Assim sendo, é evidente a incompetência da ex-guerrilheira. Nem naquilo onde deveria ser mais ou menos competente, não o é. Imaginem no resto. A preocupação do Planalto, é no bem-estar dos 'cumpaêros' de partido.









Um comentário:

Maria José Rezende de Lacerda disse...

Acho que o problema é mais amplo: o desmonte por qual passa o Sistema Eletrobras, desde a edição da fatídica MP 579, que veio com o nobre propósito de renovar as concessões e reduzir as tarifas. No entanto, esta se revelou totalmente equivocada em sua redação, beneficiando somente os empresários e trazendo o caos para o setor elétrico ao quebrar as empresas da Holding, que enfrentam a sua maior crise dos últimos anos - o total sucateamento do setor elétrico promovido pelo governo Dilma. Beijos.