segunda-feira, 18 de março de 2013



No inicio do governo Lula, 18 eram os ministérios. Hoje, são 38. As benécies do governo Dilma continuam à torto e a direito. A criação de mais 2 ministérios visam a ampliação de palanques na campanha eleitoral. Essa é a maior preocupação do Planalto. A troca do ministro do trabalho, devolveu ao outrora demitido Carlos Luppi(Pres. PDT), o comando da pasta ao empossar o seu braço direito Manoel Dias. Outro ministério foi devolvido ao PR. Com isso, 'aquela' faxina realizada pela Presidanta, passou a ser o dito pelo não dito. Ou seja: a faxina desapareceu. Os mal feitos, podem voltar a acontecer,que o governo fará "vistas grossas'. Lembrando o antecessor: "Não sei de nada e não ví nada". Tudo como dantes no quartel de Abrantes. Os ratos, continuam sentados à mesa. Apenas trocam o local das cadeiras. TRISTE BRASIL!













Um comentário:

MARIA JOSE Rezende disse...

Triste Brasil, porque nós, brasileiros, não fazemos nada para impedir tais atitudes. Beijos.