quarta-feira, 15 de agosto de 2012

Promessa de redução de custos operacionais não convence investidores que desconfiam de negócios externos da Petrobrás na gestão Gabrielli:
A crise política na Petrobrás, mais grave que qualquer prejuízo financeiro, foi o mais importante tempero do bacalhau almoçado recentemente por Dilma Rousseff e Luiz Inácio Lula da Silva, no escritório paulista da Presidência da República, na Avenida Paulista. Lula está preocupado com os desdobramentos dos violentos ataques da Presidenta da Petrobrás, Maria das Graças Foster, ao ex-presidente da companhia, José Sérgio Gabrielli. Lula teme que acabe sobrando para ele o resultado de uma guerra de bastidores apoiada inteiramente por Dilma.  Acionistas minoritários da Petrobrás – principalmente os estrangeiros - não ficarem satisfeitos com o comunicado de emergência, feito pessoalmente pela Graça Foster, de que a Petrobras está implementando programas para reduzir seus custos operacionais. Também encararam com reserva o anúncio de que a estatal de economia mista pretende alterar a sua política de dividendos para os donos das ações ordinárias (ONs, com direito a voto). Na verdade, a distribuição de mais dividendos aos acionistas que detêm esses papéis beneficia a União – que é a maior controladora. Mas não assegura a rentabilidade do investimento nas ações da empresa – em ritmo de queda.  O fato objetivo é: a gestão de Sérgio Gabrielli contrariou poderosos interesses lá fora. Agora, a conta deve ser cobrada com juros e correção... 
Por Jorge Serrão  ).
MOMENTOBRASIL.COM:(Comentário): 
O "X" da questão é que os investidores já reúnem elementos para comprovar que o problema real da Petrobras não está apenas e tão somente na defasagem de preços dos combustíveis (em torno de 20,6% no diesel e 18,1% na gasolina). Também não reside somente na variação para cima da cotação do dólar (gerando despesas financeiras de R$ 6,4 bilhões. Muito menos o vilão é uma uma dívida de longo prazo de R$ 5 bilhões que a empresa pretende trocar por bens com a Petros, o fundo de pensão dos funcionários da Petrobras. 
A chamada 'pulga na orelha' dos investidores são as operações feitas pela Br Distribuidora e pela pouco conhecida PFICO (PETROBRAS INTERNATIONAL FINANCE COMPANY), subsidiárias controladas pela Petrobrás, e que respondem por 35% dos negócios globais do conglomerado. Investidores estão seriamente desconfiados da obrigatoriedade da Petrobrás em abrir a caixa preta dos negócios internacionais, vindo deste modo à tona a verdadeira fonte dos prejuízos da estatal de economia mista.  Caso a presidente  Graça Foster consiga antecipar-se aos verdadeiros problemas, o caso pode  ser abafado. Do contrário, a  crise econômica da Petrobrás pode trazer muitos problemas  políticos e que por via de consequência um alto custo para o Planalto, respingos em grande escala para o ex-presidente Lula, com risco iminente de  comprovar-se  irregularidades , irresponsabilidades de gestão . 

Um comentário:

Anônimo disse...

REPASSANDO
A CORRUPÇÃO INSTITUCIONALIZADA NO PAÍS COMPROVA A CULPA DOS MILITARES: CONHECIAM AS INTENÇÕES DOS BANDIDOS, MAS PERMITIRAM QUE ASSUMISSEM A ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA.
AGORA: “SÓ TRATAMENTO DE CHOQUE”.
ESTÁ NA REDE:
ÚLTIMA SAÍDA: SE PERDER, VIRA ESCRAVO DE POLÍTICOS E BANDIDOS.
APOSENTADOS, PENSIONISTAS, PROFESSORES, MILITARES, FUNCIONÁRIOS PÚBLICOS – ESCRAVIZADOS E HUMILHADOS – VÃO “FERIR DE MORTE POLÍTICA” O CORAÇÃO DOS CARRASCOS CORRUPTOS: AS URNAS.
NÃO TEMOS OUTRA SAÍDA DEMOCRÁTICA. TEMOS QUE COMEÇAR A ATROPELAR OS BANDIDOS PELAS URNAS, DESTA FORMA: CONCENTRAR VOTOS NA OPOSIÇÃO – INDEPENDENTE DE PARTIDO.

É UM CAMINHO MAIS CURTO E MAIS SEGURO DO QUE ANULAR VOTOS OU ESPERAR QUE A SOLUÇÃO VENHA COM A CONSCIENTIZAÇÃO POLÍTICA. AFINAL, HÁ MUITO TEMPO, PESSOAS CONSCIENTES ANULAM VOTOS, MAS O QUE TEMOS É: BANDIDOS CADA VEZ MAIS PRÓXIMOS DE SEREM DONOS DO BRASIL.

ADEMAIS, PRECISAMOS “CORRER CONTRA O TEMPO” POR CAUSA DAS BOLSAS-VOTOS. PERCEBERAM? ENQUANTO DESENVOLVE-SE A CULTURA DO VOTO NULO, POLÍTICO MAL INTENCIONADO, MAIS RAPIDAMENTE, COM O NOSSO DINHEIRO, IMPLANTA A SUA CULTURA.

NÓS VAMOS PERDER!!!

PRECISAMOS, EM ALGUNS CASOS, UTILIZAR AS ARMAS DOS BANDIDOS. "VAMOS APRONTAR UM ZARALHO NAS URNAS" PARA GANHAR TEMPO, NOS APROVEITAR DA SITUAÇÃO E CRIAR ESTRATÉGIAS.

É exatamente assim que os canalhas "se dão bem" com o poder judiciário no Brasil.

NÃO SE ESQUEÇAM:

1) OS ÚLTIMOS GOVERNOS ACABARAM COM A EDUCAÇÃO NO BRASIL, OS POLÍTICOS ORA NO PODER QUEREM UM POVO “ABESTADO”, COMO DIZ O TIRIRICA, PARA MELHOR APROVEITAREM-SE DA NOSSA RIQUEZA E DO DINHEIRO PÚBLICO. PARA ISSO, O PRIMEIRO CAMINHO É DIZER QUE VALORIZA A ESCOLA E DESVALORIZAR O PROFESSOR. É UMA ESTRATÉGIA DIABÓLICA. O ALUNO ESTÁ SENDO ENGANADO E SERÁ UM ADULTO ESCRAVIZADO PELAS “BOLSAS-MISÉRIAS-VOTOS”.

NÃO ESXISTE VALORIZAÇÃO DA ESCOLA COM PROFESSOR ESCRAVIZADO!

OUTRA ESTRATÉGIA DIABÓLICA PARA CONSUMAR A LESA À PÁTRIA É GASTAR MILHÕES DO ERÁRIO COM PROPAGANDAS MENTIROSAS E INSTITUTOS DE PESQUISA CHAPA-BRANCA.

2) O GOVERNO DO PARTIDO DOS TRABALHADORES E COLIGADOS ESTÃO ESCRAVIZANDO TRABALHADORES, FUNCIONÁRIOS E APOSENTADOS PARA MANTER O PODER A QUALQUER PREÇO, COM UMA ESTRATÉGIA DIABOLICAMENTE ARTICULADA.

ALGUMAS CATEGORIAS, "AMIGOS DE CONFIANÇA DO REI", QUE OCUPAM CARGOS CONTROLADOS PELO PARTIDO, GANHAM ”RIOS DE DINHEIRO”.
OS TRABALHADORES E APOSENTADOS: ESCRAVIZADOS, MISERÁVEIS, HUMILHADOS E ENDIVIDADOS NÃO VÃO PERMITIR – A PARTIR DAS PRÓXIMAS ELEIÇÕES – QUE OS “TUMORES CANCERÍGENOS DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA” SAIAM SE REPRODUZINDO E ESPALHANDO MAIS FILHOTES PELO BRASIL AFORA.
AINDA HÁ TEMPO PARA SALVAR AS CRIANÇAS DA ESCRAVIDÃO.

OS NOSSOS FILHOS E NETOS SERÃO ESCRAVIZADOS PELO PARTIDO DOS TRABALHADORES – PT – PARA MANTER A CORRUPÇÃO E ENRIQUECER BANDIDOS E POLÍTICOS.

É ISSO QUE VOCÊ QUER PARA A SUA FAMÍLIA??? FILHOS E NETOS???
Expressão de pensamento retirada de textos do movimento: “A REVOLTA DAS BENGALAS E DAS CADEIRAS DE RODAS” que gira na net.
VAMOS COMEÇAR A VENCER O CÂNCER QUE DESTRÓI O BRASIL, JÁ NAS PRÓXIMAS ELEIÇÕES.