quarta-feira, 6 de junho de 2012

A 7 CHAVES.

Comissão da Verdade inicia queda de braço com milicos.
MOMENTOBRASIL.COM(Comentário):
O acervo de informações do extinto SNI(Serviço Nacional de Informações) e os arquivos militares da ditadura que integram o acervo dos Centros de Informações das Forças Armadas, promove clima de tensão nos trabalhos da Comissão da Verdade a ponto do ministro da Defesa, Celso Amorim, tentar amenizar a situação afirmando:"Tudo estará aberto; vamos facilitar todas as informações que nos forem pedidas". Os relatórios dos 'agentes do regime(1964), continham a atuação de pessoas, igrejas, sindicatos, empr esas, entidades estudantis e do próprio governo e só poderiam ser lidos pelo chefe do SNI ( Serviço Secreto Brasileiro) e o presidente da república. A suspeita do conselheiro José Paulo Cavalcanti filho torna-se forte, na medida em que um decreto de 1977 que autorizava o descarte(queima) de documentos sigilosos e que será necessário saber quem incinerou, pois assim clama o bom senso pela obtenção da verdade. Ocorre que, a corrente contrária à entrega de tais documentos, podem, ocultá-los definitivamente na alegação de que foram queimados ou perdidos. Assim sendo, essa 'queda-de-braço' promete novos e longos capítulos.

Nenhum comentário: