segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

DENÚNCIA GRAVISSIMA

MOMENTOBRASIL.COM(Comentário):

Considerado como líder da greve dos PMs baianos, o presidente da Associação de Policiais, Bombeiros e seus Familiares da Bahia (Aspra), soldado Marco Prisco,(foto/O Globo) disse que o governador Jacques Wagner, quando ainda era deputado federal, participou com outros parlamentares do PT e de partidos da base do esquema de financiamento da paralisação dos policiais militares do estado em 2001. Afirmou ainda que o Sindicato dos Químicos e Petroleiros da Bahia, que tinha na direção do ex-presidente da Petrobras, Sergio Gabrielli, cedeu e alugou, na ocasião, seis carros para garantir a greve na Bahia, onde diz que foi preseguido e ameaçado de prisão pelo então governador carlista Cesar Borges. Esta acusação è gravissima. È chegada a hora de um pronuncimento do governador a respeito do assunto. Caso contrário, corre o risco de ficar desmoralizado pela população baiana.

Um comentário:

Dilmar Gomes disse...

Amigo, como diriam os portugues: po is, pois...
Um abraço. Tenhas uma boa semana.