sexta-feira, 21 de outubro de 2011

TENTANDO MANTER O 'CASCO-DURO".

O procurador-geral da República, Roberto Gurgel, pediu ao Supremo Tribunal Federal (STF) nesta sexta-feira que seja aberto um inquérito para apurar as denúncias de corrupção envolvendo o ministro do Esporte, Orlando Silva (PCdoB). O ministro é citado em acusações de que teria envolvimento em um suposto esquema de corrupção para a liberação de recursos públicos para organizações não-governamentais (ONGs). Segundo a assessoria da Procuradoria-Geral da República (PGR), também foi solicitado que o STF requisite a remessa do inquérito existente no Superior Tribunal de Justiça (STJ) contra o governador do Distrito Federal e antecessor de Orlando Silva no Esporte, Agnelo Queiroz (PT). O petista responde a processo por suposta propina na pasta do Esporte que envolveria o programa Segundo Tempo. Ele foi ministro entre 2003 e 2006. (Fonte: TERRA.COM)
MOMENTOBERASILCOM.COM(Comentário):
As denúncias aí estão. E envolve alem do ministro, o governador do DF. Compete ao Estado Brasileiro, no uso de suas atribuições, investigar de verdade o caso. O ministro Orlando Silva(PCdoB), declarou que não pedirá demissão, pois estaria assinando a culpa. Por sua vez, seu partido cerrou fileiras tentando 'blindar' seu representante. Até aí nada contra. Mas as ONGs, ditas beneficiadas, são todas ligadas ao partido. Como explicar o fato? A presidente Dilma, nunca esteve tão contente com a possibilidade desta mudança na pasta. È um antigo desejo. Esperamos que a verdade venha à tona, e que o povo seja informado. È o mínimo que a funcionária pública número 1 do Brasil, tem a obrigação de fazer.

Nenhum comentário: