segunda-feira, 3 de outubro de 2011

CNJ &AMB VERSUS CORREGEDORA

ELIANA CALMON: Há juízes bandidos infiltrados no judiciário.
MOMENTOBRASILCOM.COM(Comentário):
A declaração da corregedora afirmando ter haver hoje "bandidos de toga", abriu uma crise sem precedentes no CNJ. A nota emitida pelo seu presidente, Cesar Peluso, repudiando veementemente, é apenas uma resposta à opinião pública. Pois, uma ministra, não iria dar declaraçoes desse cunho, se não tivesse as devidas e necessárias provas do que disse. "Acho que que é o primeiro caminho para a impunidade da magistratura, que hoje está com gravíssimos problemas de infiltração de bandidos que estão escondidos atras da toga". Disse ainda que, o presidente do CNJ, por ter vindo do Tribunal de Justiça de São Paulo, seria refratário às inspeções da corregedoria. "Sabe em que dia eu vou inspecionar São Paulo? No dia em que o sargento Garcia prender o Zorro. è um Tribunal de Justiça fechado, refratário a qualquer aação do CNJ e o presidente do Supremo Tribunal Federal é paulista", afirmou. Convenhamos que, ninguem de sã consciência, faria tais declarações à trôco de nada. O certo, é que, teremos verdadeiras baralhas a serem travadas nessa questão. Esperemos.

Um comentário:

ccoppola disse...

Acompanho o seu blog através do Google Reader, portanto,pode constatar que gosto demais dos seus comentários.
Conhecendo de perto o Tribunal de São Paulo, posso afirmar: ele é diferente, tanto o é que, recentemente, foi elogiado pela própria Corregedora, ao baixar uma Resolução que permite PUNIR os magistrados que não se enquadram "devidamente" nos quadros da magistratura paulista. Saiba que a minha manifestação não é "puro bairrismo" e sim uma constatação. Não posso emitir opinião a respeito dos demais Tribunais, pq não os conheço, mas o de São Paulo, sim. Existem magistrados "bandidos" ? Por óbvio, em qualquer instituição estarão presentes; é inerente ao ser humano o desvio de conduta. Fiquei realmente PASMA ao ler: "Sabe em que dia eu vou inspecionar São Paulo? No dia em que o sargento Garcia prender o Zorro. è um Tribunal de Justiça fechado, refratário a qualquer aação do CNJ e o presidente do Supremo Tribunal Federal é paulista".
Portanto, se ELOGIOU A POUCO O ATUAL PRESIDENTE DO TRIBUNAL PAULISTA PUBLICAMENTE PELA RESOLUÇÃO BAIXADA, só posso acreditar que houve "um desvio" de quem fez a matéria (intencional) ou, a Corregedora omitiu que o fato em si é um problema relacionamento "pessoal" com o atual Presidente do Supremo. Elogio a atuação da Corregedora, porém, que fala deve provar, sob pena de ser convocada a fazê-lo.
Quero que me perdoe pelo longo texto.
Parabéns pelo blog.