sábado, 4 de junho de 2011

RESPONDENDO AO 'ARCA do CONHECIMENTO'.

"Ninguém nasce odiando outra pessoa pela cor de sua pele ou por sua origem, ou sua religião. Para odiar, as pessoas precisam aprender. E se podem aprender a odiar, podem ser ensinadas a amar, pois o amor chega mais naturalmente ao coração humano do que o seu oposto. A bondade humana é uma chama que pode ser oculta, jamais extinta. "
"Postado por ArcadoAutoConhecimento às 13:43 Autoria: "
MOMENTOBRASILCOM.COM(Comentário):
O texto acima motivou um pedido de explicação da Maria José, (por me conhecer e saber que jamais fico em cima do 'muro'), via matéria sôbre o tema, a respeito do meu comentário não concordando com as afirmações grifadas. Eis o por que:
Os confrades adéptos e os curiosos da doutrina Espírita, sabem que, antes do reencarne, os Espíritos passam por uma programação específica. E o porque disso? Justamente para que possamos rever todos os erros cometidos em vidas anteriores. È justamente no seio familiar, onde estão nossos maiores débitos e onde necessitamos da prática do perdão e o exercíco do amor, exatamente pelo pelo ódio e desavenças sentidos entre os componentes. Quantas vezes diz-se:' Essa criança traz 'a perversidade no sangue'; ou, 'esse menino, tem o espírito de velho'. Por mais incrível que possa parecer, são afirmações verdadeiras. O Espírito Joanna de Àngelis, não diz que: "Nascemos na familia que precisamos e não naquela que queríamos." Desta forma, trazemos ao nascer, a mágoa, o ódio e, muitas vezes a vingança, impregnada no nosso perispírito(o subconsciente). Aproveitamos para esclarecer outros pontos, a exemplo da pluralidade das existencias. Quem ao assistir a um filme, ou ver um deterrminado local na tv, ou ainda em viagem, ter a nítida impressão de ja conhecê-lo? e muitos chegam ao ponto de arrepiar-se. A isto, chamamos de 'Deja-VÚ'. Este fato, dá-se exatamente por reencarnações anteriores, já termos passado ou vivido nesse lugar. Pelo exposto, nascemos sim com o ódio e, porisso não posso de sã consciencia, concordar com tal afirmação do ilustre e nobre Mnadela.

2 comentários:

♫*Isa Mar disse...

Oi Roy, quem sabe o "nascer" a que Mandela se referiu não seja necessariamente nas vidas sucessivas e sim no princípio de tudo, nossa origem.
Com as vidas sucessivas aprendemos e desenvolvemos comportamentos.
Eu as vezes escrevo textos e depois fico refletindo em certas palavras que usei e que não exprimem realmente o que quero passar
Fiquei pensando aqui sobre isso e o que me veio é que as pessoas não odeiam as outras por coisas externas, cor de pele, origem ou religião mas por algo mais profundo, como fatos ocorridos que ocasionaram tal ódio, as coisas externas são apenas pontos de referências.
Legal analisarmos as coisas sobre outros pontos de vista, com isso vamos exercitando nossos neurônios
Bom fim de semana pra ti
Beijos

ArcadoAutoConhecimento disse...

Adorei a sua explicação, amor. Concordo com você de forma integral. Postei o texto de Mandela, por ser carregado de bons sentimentos e incentivar o amor no coração das pessoas. Às vezes, algumas frases causam impacto e podem levar pessoas à reflexão das mesmas e mudar o rumo de suas vidas. Beijos.