sexta-feira, 10 de junho de 2011

A MALDIÇÃO DA CASA CIVIL.

EDITORIAL:
Desde o mensalão e a frase do ex-presidente: "Eu nao sabia de nada...", passando pelo epsódio da Erenice Guerra, chegamos aos casos "Palocci". O primeiro, a quebra do sigilo bancário do caseiro Francenildo. De volta ao governo atual, começou a ser chamado de "superministro", pela importancia do cargo de Chefe da Casa Civil, e ele acreditou...! Levado tambem, pelos inúmeros conselhos dados à Presidente. Como se não bastasse o escândalo anterior, continuou sua trajetória de levar vantagens em tudo, a lá Lei Gerson. Mas há um velho e sábio ditado: "Quem vai com muita sede ao pote, acaba afogando-se". Já no caso do PT, "quem nunca comeu melaço, quando come se lambuza". Ou seja: Chegou ao poder, é continua querendo tirar a 'barriga da miséria' a qualquer custo. A ponto de, numa possível impossibilidade de Presidenta( já existe o chamado plano "B"). O desrespeito é tão vergonhoso, que ignoram a pessoa do vice´presidente e seu partido, o maior da base aliada e consequentemente com 'balas' suficiente para enfrentar a guerra. Existe no palacio do planlto, a chamada "MALDIÇÃO da CASA CIVIL. Vamos aguardar, quanto tempo leva a nova Chefe da Pasta. Em suma: a nação brasileira, vive uma República dos escândalos.

Nenhum comentário: