segunda-feira, 20 de junho de 2011

A MÃO DE PALOCCI.

PT e PR brigam pelos Correios:
MOMENTOBRASILCOM.COM(Comentário):
Foi aberta uma crise na relação entre os dois partidos, com a demissão do Presidente dos Correios na Bahia, Jackson Jaques. E a bancada baiana pretende transofrmar em mais um dor de cabeça para Dilma. O deputado federal, João Carlos Bacelar(PR), indignou-se com a forma com que foi comunicadoda demissão do seu indicado, pedindo uma audiência ao presidente nacional da empresa, Wagner Pinheiro e impondo uma condição: caso ele não o atendesse até as 10h da última quinta-feira(16), pediria através de uma proposta de fiscalização e controle(PFC), o comparecimento na Comissão de Fiscalização e controle da Câmara, afim de, esclarecer denúncias de que teria favorecido a Camargo Correa quando era presidente da Petros. "Quem se gabou que me passou uma rasteira, que se previna" em entrevista a orgão de imprensa, considerando-se traído pelos desputados federais Nelson Peregrino e Zezéu Ribeiro, aos quais atribui a indicação de Cláudio Moras Garcia para o lugar de Jaques. Antes da troca, Wagner Pinheiro chamou Bacelar em sua sala e os dois tiveram um dialogo duro. Culminando com Bacelar bater na mesa antes da saída, dizendo n]ao aceitar a justificativa da mundança no comando da empresa na Bahia. E o clima esquentou depois que a VEJA(edição da semana passada), publicou matéria relatando que a Petros comprou do Itaú, seu braço de informatica que era rejeitado pelo mercado por R$3 bi na gestão de Pinheiro, negócio fechado com a participação de Antonio Palocci, o qual foi demitido por não conseguir explicar a origem do seu tremendo enriquecimento. Mais um fantástico 'abacaxí' para a presidentA Dilma, descacar!!!!!! E o ex-superministro, declara que nunaca usou a máquina do governo. Façam-me, uma garapa!!!!!!

Nenhum comentário: