quinta-feira, 5 de maio de 2011

ESSA "MP" É AMARGA.

De MP em MP, a presidenta vai tocando seu governo.
MOMENTOBRASILCOM.COM(Comentário):

Tornou-se praxe governar na base das Medidas Provisórias. Esta prática, continua sendo usada no planalto, apesar da validade inicial de 90 dias, tras ao governo a certeza da sua implantação em caráter definitivo, em virude da lentidão do congresso em analisá-las, e que via de regra, chega ao cúmulo de ultrapassar os 365 dias, permitindo assim o chamado 'decurso de prazo' e a consequente entrada em vigor. Acaba de ser enviada, a MP que ferra com aposentados e pensionistas. Dorante, quem for pensionista e aposentado, terá que optar por uma das duas. O INSS não mais pagará os valores dois benefícios. A partir de agora, a possivel viúva, se ja aposentada, terá que escolher qual o benefício quer. E a presidenta afirmou em pronunciamento à nação quando do dia do Trabalho, a sua obstinação pela erradicação da pobreza. Pode ser que alguem tenha um coelho escondido nos calabouços e nas caladas da noite.

2 comentários:

ArcadoAutoConhecimento disse...

Roy. Esse é o maior absurdo que já li nos últimos tempos, meu amor. Não se pode cortar direitos adquiridos. Onde já se viu? Sabemos que é impossível erradicar a pobreza. Podemos minimizá-la, mas não às custas de outros. Beijos.

TRIBUNA-BRASIL.COM disse...

Amigo ROY, BAH! essa é mesmo pra lá de amarga. Nem com todo o açucar dos usineiros das Alagoas, dá pra engolir TCHÊ! Abraços.