sábado, 21 de maio de 2011

ESPÍRITO - PERISPÍRITO (FINAL)

"Perispírito (do grego - peri, em torno, e do latim - spiritus, alma, espírito), é o envoltório sutil e perene da alma, que possibilita sua interação(outra palavra muito usada hj), com os meios espiritual e físico". No Livro dos Espíritos, Allan Kardec, empregou pela primeira vez a palavra 'Perispírito', no iten 93:
P:-"O Espírito propriamente dito, nenhuma cobertura tem ou, como pretendem alguns, está sempre envolto em uma substância qualquer?R- " Envolve-o uma substância vaporosa para os seus olhos, mas ainda bastante grosseira para nós; assaz vaporosa, entretanto para poder elevar-se na atmosfera e transportar-se aonde queira..."(FEB/trtad. Guillon Ribeiro-1994). Na oportunidade em que a Codificação Espirita cognominou o Perispírito de corpo vaporoso, temos a certeza que atendia apenas à compreensão da época, haja vista, ter nascido das massas menos esclarecidas, quando, maiores esclarecimentos sobre a complexibilidade desse corpo não poderia ter sido dada por muitos motivos, aos quais não nos compete agora., emitir qualquer opinião ou comentário. O Perispírito, é um conjunto (complexo) de corpos essenciais e indispensáveis à sobrevivência e equilibrio do próprio corpo físico, bem como no desempenho e ligação dos demais corpos junto ao ESPÍRITO imortal. Situaremos esses esclarecimentos/estudos, baseados na opinião de outros irmãos encarnados ou não, da seguinte forma: Espírito, centelha 'divina' sem forma; O Perispírito, é formado pelo Corpo Mental, o centro do pensamento e principal responsável pelo acontecimento de notáveis fenômenos, hoje verificados nas Casas Espíritas; O Copor Astral, que manifesta a emoção, os desejos e os sentimentos; O Duplo Etérico, onde situa-se o sistema de 'chakras' ou centros de forças, que dão vida e equilíbrio ao corpo físico(este corpo jamais se afasta do corpo físico, alem do necessário, apenas para defendè-lo de possiveis descargas deletéreas dirigidas por espíritos inferiores contra ele, oportunidade em que, com esse afastamento, acontecem os chamados ataques epiléticos; finalmente, o Corpo físico, a fazer a ligação do Espírito imortal com o mundo material. Pelo que expomos até agora, a abrangência do Perispírito com o corpo Mental que é a fonte do pensamento, e o Corpo Astral que incorpora os desejos, sentimentos e emioções do ser humano, já uma revelação inconfundível da complexidade desse corpo, que de nenhuma maneira é vaporoso. São esses corpos os intermediarios da atividade espiritual que, agrupados em um só conjunto constituem o Perispírito, o qual passa a preencher os planos intermediarios e serve de ligação para o espirito colocar-se com o mundo dos reencarnados. Portanto, afirmam alguns pesquisadores e estudiosos desse emocionante e envolvente assunto, que mais importante que o corpo de carne "...é a estrutura anatômica/fisiológia do perispírito, que é a matriz original e organosmo preexsistente ao nascimento e sobrevivente à morte física". Contudo, alguns escritores ainda confundem um pouco, quando relatam o restringimento do perispírito no momento da reencarnação do Espírito, achando que é o mesmo peripírito diminuído, que participa do fenômeno reencarnatório, e passará para a nova vida do reencarnante. Atualmente, atrav=és de pesquisas, sabe-se que após o restringimento do candidato que volta ao mundo dos reencarnados, resta apenas o Corpo Mental, que em combinação com o equipo anatômico-fisiológico materno, forma o novo conjunto de corpos, que servirá na vida material(força de expressão)do novo ser. No entanto, sabe-se que o Espírito mesmo na experiência carnal, vive, constantemente nos dois planos, muito embotra no Mundo espiritual ele nãoa tenha liberdade plena, pois encontra-se preso pelo "cordão de prata" ao corpo físico. Ainda quanto ao restringimento do perispírito no momento da reencarnação, francisco Xavier no livro 'Cidade no Alem', André Luis, explica que o antigo perispírito do reencarnante é retirado e levado para um cemitério)só não sabemos em que lugar). Muitas são as propriedades do perispírito. Estudos que foram desenvolvidos por diversos estudiosos e até por autores desencarnados, já com bastante clareza, certas qualidades inerentes ao perisipirito. Assim, podem ser relacionadas como suas, as seguintes propriedades: plasticidade, densidade, ponderabilidade, luminosidade, penetrabilidade, visibilidade, corporeidade, tangibilidade, sensibilidade global, mutabilidade, capacidade refletpra, calor, temperatura, etc. Sabe-se tambem que essas prpriedades, algumas por demais conhecidas de todos nós, de há muito sistentam o viver do ser humano, n0o presente momento evolutivo, sendo certo que, em estágios mais avançados de vida, em que o perispírito já alcança masi quintessencia, outra qualidades e características poderão marca-lo. A propriedade da plasticidade permite que o Eespírito transforme-se em que e no que deseja, independetemente do aperfeiçoamento moral.

Um comentário:

ArcadoAutoConhecimento disse...

Grande aula, meu amor. Para mim esses posts da Doutrina Espírita estão sendo muito úteis ao meu estudo. Beijos.