quarta-feira, 2 de março de 2011

UM FIO DE ESPERANÇA.

A SOCIEDADE AGUARDA ANSIOSA NOMEAÇÃO DE POLICIAIS CIVIS :
Procuro entender as razões pelas quais os Invetigadores de Policia Civil da Bahia concursados no ano de 1997, ainda não foram efetivados em sua funções, a criminalidade crescendo e apavorando os cidadãos, enquanto os criminosos se articulam e se organizam, inclusive com aquisição de armamento pesado, a Policia Civil da Bahia não investe no homem (POLICIAL), nem moderniza-se para combater a marginalidade. Além de baixos salários, falta preparo real na ACADEPOL, em aulas teóricas sabemos que é uma coisa, na prática em combate, sabemos que a realidade é outra, o que coloca os policiais defensores da sociedade, em sacrifício de suas vidas e de seus familiares. Para agravar tal situação, as delegacias da Capital e Interior do Estado, necessitam de policiais, enquanto o governo Estado alega que a responsabilidade para tais nomeações, cabe tão exclusivamente a Assembleia Legislativa do Estado que ainda não manifestou-se sobre o assunto. Quem sabe, talvez segurança pública não seja tão pública como pensamos. Quando tais nomeações acontecerem, quem sabe os atuais invetigadores já estejam aptos para aposentadoria. Na minha humilde opinião, tal fato representa total falta de respeito aos que prestaram concurso, na esperança de servir ao Estado, colocando seus empregos em jogo, alguns no momento desempregados e passando serias dificuldades. Nada absolutamente sensibiliza as autorizades, as quais não sofrem na pele dificuldades ou arriscam suas vidas para lutar contra a bandidagem. Até quando a sociedade será apenada pela falta de responsabilidade do poder público? (Repórter: Agnaldo Souza).

Um comentário:

Maria José disse...

Com certeza, amor, é uma falta de responsabilidade do poder público, pois se quisessem acabar com a bandidagem, conseguiriam. A Itálica conseguiu acabar com a Máfia, a Poderosa... Exemplos de sucesso temos espalhados pelo mundo. Beijos.