quinta-feira, 31 de março de 2011

O "OLHO GORDO" DO PT QUER A VALE.

A compra de matéria-prima chinesa, em detrimento da nacional, ´pode ser a chance que o governo esperava.

A substituição – Ainda sem definição, o substituto para Agnelli pode estar dentro da própria Vale. Trata-se do vice-presidente Tito Martins. Outro cotado para o cargo é Rodolfo Landim, ex-presidente da BR Distribuidora e ex-braço direito do empresário Eike Batista. Questionado pelo site de VEJA, Landim esquivou-se, dizendo que tudo não passa de especulação da imprensa. Também são cotados para o cargo Fabio Barbosa, presidente do conselho do Santander, e Rossano Maranhão, ex-presidente do Banco do Brasil e atualmente no comando do Banco Safra.

MOMENTOBRASILCOM.COM(Comentário):

Mesmo aumentando de 3 bi para 30,1 bi o lucro da Vale, o governo federal está de olho nos 85 bilhões de receita da segunda maior empresa do país e a primeira em capital privado. A sigilosa visita do ministro Mantega ao Bradesco(onde o Roger Agnelli era funcionário de carreira), para pedir apoio na demissão, vazou. A imprensa internacional afirma que, o intuito do governo deve provocar uma onda de hostilidades na empresa e no Brasil. E ainda dizem que no governo federal não há rataliações. A quem pensam que enganam?

Um comentário:

Maria José disse...

Vamos aguardar os acontecimentos, não é amor? Normalmente, como você mesmo diz, "negociatas na calada da noite". Beijos.