sábado, 5 de fevereiro de 2011

OS 7 TEMPERAMENTOS HUMANOS. (Parte-I).

O autoconhecimento(pedindo a devida licença a Maria José), nos fará capazes de compreender melhor os outros, amá-los e auxiliá-los. vamos conhecer um método simples e prático de autoanálise de origem Espiritual chamada: Sete Raios ou Sete Temperamentos.
Sete Raios são considerados sete energias que partem da Divindade, permeiam e influenciam todos os planos de manifestação, criando no plano humano 7 tipos psicológicos diferentes e, expressam portanto, 7 qualidades derivadas da triplicidade fundamental:
Vontade - Pai.
Amor - Filho.
Inteligencia criativa - Espírito Santo.
Os 7 raios são:
I-Vontade - poder.
II-Amor - sabedoria.
II-Atividade da mente.
IV-Harmonia através do conflito.
V-Ciência concreta.
VI-Devoção.
VII-Concretização física.
Estas correntes de energias, esses sete caminhos, à medida que sobem pela via da evolução tendem a integrar-se, a unir-se, a completar-se até chegarem à síntese, à unidade. Pouco a pouco, irá delineando o nosso verdadeiro aspecto, o nosso real temperamento, nossas potencialidades.
"O saber ou o conhecimento perfeito de sí mesmo é o coroamento de todas as ações".(Bhagavad Gitã).
1-A vontade é o poder de auto governar-se. (tentativa).
A vontade é uma força que está fora do eu de tal modo que pode governá-lo e determiná-lo. esdá sempre oculta no interior, dá impulso à atividade, atrái, rejeita.
O que faz sofrer o homem desse temperamento?
-A falta de liberdade, a opressão, coerção.
O que o torna feliz?
-expressar sua força, sua potencia, seu dinamismo. O homem desse raio, é em geral um chefe nato, sabe dirigir, sabe formular planos, mas é legislador sábio, deixa seus dependentes uma certa autonomia.
Subdivisão do Raio: (inferior, médio e superior).
Inferior- é aquele no qual a força de vontade ainda se expressa sob a forma de instinto de auto-afirmação, portanto com tendencia à agressividae, à violência à luta. à prepotência e no qual o eu ainda está completamente obscurecido pelo egoísmo e pela separatividade, inteiramente fechado em seu egocentrismo e insensibilidade.
Médio- é aquele em que a vontade não se encontra mais em estado de instinto, mas, se transformou na expressão mental de ambição, autonomia, orgulho, capacidade de dar ordens, começa a manifestar o senso de dever, lealdade, autocrítica, justiça.
Superior- é exatamente aquele que tendo superado a crise do despertar do eu, ficando em contato com a sua Alma; tornou-se consciente das tarefas das responsabilidades, começou a sensibilizar com o propósito da Alma humilde, tato e amor. Para os que sentem em sí essa nota acreditam e se reconhecem nesse temperamento, basta saberem que a vontade é força potente, indispensável ao homem, sem a qual seríamos criaturas incapazes de evoluir. A vontade é um impulso da nossa Consciência dirigido a um fim proposto com conhecimento e com meios deliberadamente escolhidos.
2-O amor é o grande unificador. È a expressão de um potente magnetismo, sem o qual tudo se desagregaria e tudo se dissolveria sem nada. È energia Crítica, força propulsora da Paz, condutor de Luz, ponto de encontro com o Pai. Uma das qualidadeds mais positivas de seu caráter é o construtivismo, isto é, a segurança interior, de qua tudo trabalha por um bom fim, justo e honesto. A pessoa desse raio tem tendencia a educadores. Tudo que aprende, ensina.
3-Sabedoria é a inteligencia do coração, que, depois, em nível espiritual, torna-se intuição e capacidade de identificação. È dotado de grande poder de comuinicação, poder de persuasão, não oferece só teorias, mas oferece a sí próprio. sua nota característica é a união e a identificação, e que o seu progresso chega pelas sucessivas amplições da consciência, até alcançar a Consciência Universal.
Percebemos que o 1º raio progride de maneira vertical, dinâmica, sustentado pela força interior. O seu serviço é dinamizar os outros, infundir a decisão. Todavia o 2º Raio é imcompleto sem a Vontade e, o 1º não é eficaz sem o amor. Devem desenvolver cada qual a qualidade ausente e integrar sua própria nota com a dos outros temperamentos. O amor é a força mais abstrata e tambem a mais potente, que há no mundo.
3-Atividade da mente:
Os tipos psicológicos do 3º raio tem como nota fundamental o Pensamento, que dão diversas manifestaçoes de acordo com seu grau de desevolvimento, tendo como característica, a concentração das energias psíquicas, focalização da mente. Tem inteligencia pronta, elástica, mente viva e móvel, interessa pelos assuntos filosóficos, abstratos. Há presença de outras qualidades intelectuais, como, clareza, discriminação, capacidade de analise, de síntese, o poder de deduzir, capacidade de compreenção, no sentido mental de 'entender', 'conhecer'.
No tipo pouco evoluído, são egoístas, intrigantes que se interessam pela vida de todos, interesseiros, prazer de iludir ou explorar os outros. No tipo evoluído, capacidade de concentração, visão ampla dos assuntos abstratos, clareza mental, idealismo, paciência, tendencia à sintese, desapego, sabe conciliar. Mente aberta, sem preconceitos, livre de fanatismo. Sempre disposto a buscar a verdade e o conhecimento. O despertar espiritual dá uma aspiração consciente no sentido de melhorar e de se aperfeiçoar, manifestando, assim, seu aspecto criativo, que tambem é, um reflexo do Fogo Criador do espírito Santo.//.
OBS:
TO BE CONTINUED.









2 comentários:

Maria José disse...

O autoconhecimento é importante porque cada vez mais as pessoas se permitem uma vida fora de si mesmas, mais exteriorizada. O resultado disso é que as pessoas se preocupam cada vez menos com seu interior, gerando sentimentos de frustração e de vazio. Conhecer-se a si mesmo é uma necessidade fundamental, pois somente quem se descobre, consegue uma aceitação serena de si mesmo e de suas limitações, o que lhe proporciona a segurança necessária para viver e realizar mudanças essenciais. Precisamos saber quem somos, quais os nossos dons e talentos; do mesmo modo, precisamos também saber quais são nossos objetivos no uso dessas capacidades. Pois não é somente aquilo que possuímos que decide o nosso valor como pessoa, mas o que “somos” no mais profundo de nossa identidade como seres humanos.
Adorei esta postagem, meu amor. E já estou doida para ler a parte II. Beijos.

orvalho do ceu disse...

Oi, Roy
Gosto de ler sobre o autoconhecimento...
Que o Espírito Santo de Amor abençoe vc e os seus!!!
Abraços fraternos de fim de semana.