terça-feira, 18 de janeiro de 2011

ELETROBRÁS & ELETRONORTE.

PMDB cobra apoio do Planalto para reabilitar Renan:
Essa é a 'conta' que o PT deve pagar por retirar cargos importantes do aliado
Roseana, governadora do Maranhão, José Sarney, presidente do Senado, e Renan Calheiros, líder do partido no Senado: articulações para emparedar o PT o PMDB já apresenta ao Planalto a conta pela perda de poder na distribuição de cargos do novo governo. O partido do vice-presidente Michel Temer quer o apoio da presidente Dilma Rousseff e do PT para a reabilitação do senador Renan Calheiros (AL) - que renunciou à presidência do Senado em 2007, na esteira do escândalo que explodiu após a revelação, por VEJA, de que o peemedebista tinha contas pessoais pagas por um lobista.De acordo com a edição desta terça-feira do jornal O Estado de S. Paulo, os peemedebistas querem ainda que o atual presidente do Senado, José Sarney, concorra sozinho à reeleição e que o comando da Eletronorte seja devolvido à legenda. A ideia do PMDB é que Sarney seja eleito presidente da Casa até 2012 para ser, então, sucedido por Renan.A crise entre PT e PMDB, deflagrada pela exclusão dos peemedebistas da partilha de postos do chamado segundo escalão, acirrou-se nesta semana, com a decisão da presidente Dilma de fazer uma “varredura” no setor elétrico. Insatisfeita com o loteamento de cargos nas estatais do setor, Dilma acertou com o ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, a reorganização generalizada dessa área.A decisão resultou na troca do comando da Eletrobrás, hoje presidida por Antonio Muniz Filho, afilhado político de Sarney. Ele será substituído por Flávio Decat. Quando a troca tiver sido concretizada, Sarney vai pleitear a ida de Muniz para a Eletronorte. (Fonte: VEJA).

MOMENTOBRASILCOM.COM(Comentário);
E já era de se esperar esta guerra de foices no escuro entre os 'enamorados' PT/PMDB. A sêde de poder dos políticos é insaciável. E babaca é aquele que acreditou numa união estável e tranquila. O PT desde que assumiu o poder governamental, não faz cerimônias do apetite que possui para aumentar e aumentar seu poderio. Por outro lado, o PMBD por ser o maior partido do país, não deixa por menos e, exige na pior das hipótesse a manutanção de todos os cargos conseguidos nas caladas das noites e em acôrdos feitos nos porões do planalto e congresso. A matéria acima, é mais uma a explicitar o jogo de interesses e ratificar o quanto as estatais são usadas como cabides de empregos. Lamentamos apenas, que ainda existam pessoas que 'teimam' em não acreditar naquilo que só cegos não enxergam e surdos nos ouvem. Estas e outras empresas priorizam os afilhados em detrimento de funcionários qualificados, de carreira, e com a devida competência, os quais continuam sendo preteridos, tolidos em suas pretenções de crescimento através da competência pessoal e esmagados pelas próprias 'camisas que vestem", de nada adiantando o suor do dia a dia derramado em prol de uma empresa competiva naquilo a que se propõe, mas que infelizmente não é o que acontece. A luta e o denodo desses funcionários de carreira ou não, continuam não passando de grande UTOPIA!!!

Nenhum comentário: