segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

PEITANDO O PADRINHO.

Irã protesta contra um posicionamento sensato de Dilma :
Ao dar pistas de que não seguiria a linha equivocada da política externa do governo anterior de apoiar ditaduras e crimes contra os direitos humanos, como o Irã, a presidente Dilma Rousseff provocou protestos na República Islâmica. Após anos de ótimas relações entre os dois países, o governo do presidente iraniano, Mahmoud Ahmadinejad, se mostrou incomodado com as críticas feitas por Dilma, num primeiro sinal de mal-estar com o Brasil.
MOMENTOBRASILCOM.COM(Comentário):
Realmente ficamos na dúvida, se este posicionamento da Presidente é jogo de cena ou está seguindo orientações do super-ministro Antonio Palocci. Para sermos sinceros com os leitores, ficamos com a segunda alternativa, tendo em vista que, até o momento, a agenda oficial não tem sido divulgada corrtamente pela Assessoria de Imprensa do Planalto, pois, nos bastidorres sabe-se que a mandatária-mor do país tem longas e diarias reuniões(ou aconselhamentos(?) com o chefe da Casa Civil. Esta decisão 0presidencial ainda dará 'panos pras mangas".

Um comentário:

Maria José disse...

Roy. Por oito anos, o Brasil adotou uma posição de cumplicidade em relação às violações aos Direitos Humanos no Irã. Depois de tomar posse, porém, Dilma criticou o comportamento do Brasil na ONU, ao abster-se de votar uma condenação às violações de direitos humanos no Irã. "Não concordo com o modo como o Brasil votou. Não é a minha posição", afirmou. "Ficaria desconfortável, como uma mulher eleita presidente, em não me manifestar contra o apedrejamento", disse ela, referindo-se à condenação da iraniana Sakineh Ashtiani. Penso que dessa vez, a nossa presidente acertou. Beijos.