quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

MAIS UM BLÁ-BLÁ-BLÁ.......E GRANDE SACANAGEM.

Uma decisão fala em dia 3 de janeiro, outra em dia 7, mas não vamos nos pautar por essas datas. Vamos pensar em retomar a greve lá pelo dia 10 ou após primeira semana, depois que as pessoas já tiverem feito suas viagens - afirmou o presidente do Sindicato Nacional dos Aeronautas, Gelson Fochesat e reclamou que a Justiça Federal não deveria não deveria tratar da questão, que é trabalhista, mas disse que independentemente das decisões serem deburradas, a categoria seguirá trabalhando. Mas destacou que, mesmo sem greve, os passageiros podem enfrentar problemas nos próximos dias.
- Vamos trabalhar da melhor maneira possível, mas podem ocorrer muitos atrasos e cancelamentos de voos porque as empresas estão com suas tripulações com limites de horas de voo estourados. Isso não é movimento nosso, não tem nada a ver com greve. Nosso compromisso é operar dentro da legislação para que a sociedade possa ir e voltar com segurança. (Fonte: O GLOBO).

MOMENTOBRASILCOM.COM(Comentário):
Leis, regulamentos e concessões totalmente obsoletas, permitem que sindicatos e categorias de tralhadores em serviços essenciais, utilizem-se dos meios mais hipócritas que possam haver. Que presidentes sindicais, possam 'alfinetar' a Justiça Federal esteja metendo o bedelho onde não é chamada. No caso em questão, a greve na aviação, como não intrometer-se? È questão trabalhista, mas o serviço não pode simplesmente parar, pela vontade deste ou daquele sindicato ou categoria. Em se tratando de serviços essenciais, pelo menos 30% tem que funcionar. O último paragrafo da materia, deixa bem claro que: "Fomos impedidos de deflagramos a greve, mas vamos prejudicar a quem pudermos". Essa historia de trabalhar da melhor maneira possível, é conversa mole pra boi dormir. As empresas com as tripulações estouradas em limites de voos, é a válvula de escape para os atrasos e cancelamentos. Ou seja: greve disfarçada. Nao somos contrários às greves. Mas que ocorram em datas previamente marcadas. Que sejam respeitados os direitos de todos. êste aviso do presidente do sindicato é a confirmação do que irá ocorrer. Em suma: É ALTA SACANAGEM.

2 comentários:

(בן ברוך) Ben Baruch disse...

Querido amigo Roy, muita paz!
Foi um prazer ter recebido sua visita ao nosso humilde espaço tornando-se seguidor. Volte sempre que desejar e não deixe de emitir seus comentários, pois serão importantes para a edificação de todos que nos acompanham.
Venho desejar a você um feliz Natal, pleno de alegria e felicidade com muita paz, harmonia, crescimento e realizações espirituais.
Sabemos que Jesus não nasceu no dia 25 de dezembro como comemoramos, mas isso pouco importa. O que realmente importa é o seu significado: demonstração de um Deus amoroso que enviou Seu próprio Filho ao mundo para resgatar os perdidos, nós, eu e você.
Natal é tempo de renovação espiritual. Não fujamos ao nosso destino, mas a exemplo do Mestre, sigamos os Seus passos, amando a todos que nos cercam, compartilhando o que temos com os necessitados do corpo e da alma: uma palavra amiga e um gesto de carinho muitas vezes valem mais que um alimento para o corpo físico. Agindo assim o Natal terá efetivamente um valor mais importante que a entrega de presentes e as comemorações exteriores que uma grande parcela pensa ser o mais importante, marcará o inicio de uma nova caminhada com o Senhor.
Que possamos no ano se inicia prolongar esse sentimento de fraternidade e de amor ao próximo que tão de perto nos fala ao coração quando essa data tão significativa para a Cristandade se aproxima.
Que Deus te abençoe grandemente e a todos que procuram através do testemunho de vida e da mensagem do Cristo transformar esse mundo em um mundo melhor, onde as pessoas se amem e se entreguem ao Senhor.
Que ao final de 2011 possamos dizer: Valeu a pena seguir a Jesus e testemunhar do Seu amor.
Muita paz!
Ben Baruch

Maria José disse...

Roy. Todos os empregados têm direito à greve, pois é um dispositivo democrático assegurado pelo artigo 9º da Constituição Federal Brasileira de 1988. Mas mesmo sendo um direito a exercer, devem-se definir os serviços ou atividades essenciais, bemo como o atendimento das necessidades inadiáveis da comunidade. Do mesmo jeito, os abusos cometidos devem ser penalizados. E cá entre nós, uma greve neste período do ano é para massacrar a população. Beijos, meu amor.