quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

COITADA DA PREVIDENCIA!!!!

Anunciado pelo futuro vice-presidente da República, Michel Temer, o ex-presidente do senado Garibaldi Alves(PMDB/RN), ministro da Previdencia, declarou nada entender nada entender da pasta; Mas que aceitou, para agradar ao partido.
MOMENTOBRASILCOM.COM(Comentário):
Num país onde a saúde e principalmente a Previdencia Social, vão de mal a pior, não podemos esperar mais que o aumento do cáos já instalado. Aposentados e pensionistas massacrados literalmente, a começar pelos proventos que o governo insiste em dizer que é 'benefício'(?), e que nós sabemos que de benefício não tem nada. Mais apropriado seria denominar-se 'malefício', pois, o vergonhoso fator previdenciário, instrumento que é usado para 'des'ajustes dos míseros proventos, que ao lado do sofrível salário mínimo, a cada mês achata, ou seja: falta grana e sobra mês, recorrendo a empréstimos para que possam sobreviver nos trinta dias. Um ministro colocado por imposição? Antigamente chama-se Q.I.(quem indicou), que de própria voz,(e nos corredores do planalto é conhecido por "boca-mole") declara-se incompetente para o cargo, por um governo federal, que não pode ser chamado de sério. Mas, todo povo tem o governo que merece!!!!!.

3 comentários:

orvalho do ceu disse...

Olá,
E esses "malefícios" vão de mal a pior...
Deus cuide de quem os necessite!!!!
Abraços fraternos

" ESSÊNCIA ESTELAR MAYA " disse...

Olá Roy.
A previdência é mesmo um caso sério.
O aposentado que trabalhou a vida inteira, parece que mendiga o mísero salário que recebe, é de envergonhar.
Mas gostei muito do final do seu comentário.
"Será que todo povo tem o governo que merece?"
Na "minha opinião" sim.....é a Lei do retorno.
Enquanto a Sociedade se mantiver estática diante de todos os absurdos que acontecem....inevitavelmente responderão por isso.
Muita Luz e Paz em seu coração!

Maria José disse...

Meu amor. Todos nós somos obrigados a contribuir para o INSS. É uma fábrica de dinheiro. Mas não há o retorno digno. Quando aposentamos, e pensamos numa vida digna, é necessário correr atrás de outro emprego para complementar a miséria do INSS. Para onde vai todo esse dinheiro? Beijos e te amo.