segunda-feira, 15 de novembro de 2010

EM 1889

No Rio de Janeiro, os republicanos insistiram com o marechal Deodoro da Fonseca, um monarquista, para que ele chefiasse o movimento revolucionário que substituiria a monarquia pela república. Depois de muita insistência dos revolucionários, Deodoro da Fonseca concordou em liderar o movimento militar.
O
golpe militar, que estava previsto para 20 de novembro de 1889, teve de ser antecipado. No dia 14, os conspiradores divulgaram o boato de que o governo havia mandado prender Benjamin Constant Botelho de Magalhães e Deodoro da Fonseca. Posteriormente confirmou-se que era mesmo boato. Assim, os revolucionários anteciparam o golpe de estado, e, na madrugada do dia 15 de novembro, Deodoro iniciou o movimento de tropas do exército que pôs fim ao regime monárquico no Brasil.
Os conspiradores dirigiram-se à residência do marechal Deodoro, que estava doente com
dispnéia, e convencem-no a liderar o movimento.
Com esse pretexto de que Deodoro seria preso, ao amanhecer do dia 15 de Novembro, o marechal Deodoro da Fonseca, saiu de sua residência, em trajes de dormir(pijamas) atravessou o
Campo de Santana, e, do outro lado do parque, conclamou os soldados do batalhão ali aquartelado, onde hoje se localiza o Palácio Duque de Caxias, a se rebelarem contra o governo. Oferecem um cavalo ao marechal, que nele montou, e, segundo inúmeros testemunhos, tirou o chapéu e proclamou "Viva a República!". Depois apeou, atravessou novamente o parque e voltou para a sua residência. A manifestação prosseguiu com um desfile de tropas pela Rua Direita, atual rua 1º de Março, até o Paço Imperial.
MOMENTOBRASILCOM.COM(comentário):
E de lá´para cá quanto coisa mudou. Atualmente a Republica Federativa do Brasil, que deveria existir em favor do povo, pois diz a Contituição Federal que: "todo poder emana do povo e em seu nome será exercido", não passa de bela citação, pois o poder republicano é exercido em prol dos políticos e apaniguados, onde agem sob o escudo não da bandeira nacional, mas sim o da corrupção. Hoje que proclamação temos a festejar?

Um comentário:

" ESSÊNCIA ESTELAR MAYA " disse...

Olá Roy.
Faço das palavras do seu comentário as minhas...
E mais...
Quando a Constituição diz:"todo poder emana do povo...", que povo? que ainda luta contra o analfabetismo, o que dirá sobre o analfabetismo "político"...
Na "minha opinião" também deveria haver um pouco mais de esforço de cada cidadão para poder procurar se informar melhor da política do seu país e começar a "cobrar e exigir" seus direitos e não ficar contente com uma cesta básica e com uma bolsa não sei o quê....para tudo continuar do jeito que está.
Está passando da hora deste povo começar a acordar também.
Muita Luz e Paz em seu coração!
Lú.