quarta-feira, 6 de outubro de 2010

PRIVATIZAR MAIS O QUÊ?

PT decide ressuscitar o fantasma das privatizações. Boa idéia: pôr o passado em pratos limpos. Eu toparia!
Ueba!
Parece que eu estava adivinhando, não é mesmo? Referindo-me ontem àqueles que criticam o debate sobre o aborto e que pretendem ver o PT como vítima, escrevi:“PARA ESSA GENTE, AS VERDADES DITAS SOBRE DILMA SÃO REACIONÁRIAS; JÁ AS MENTIRAS DITAS SOBRE OS TUCANOS SÃO PROGRESSISTAS.”
Escrevi mais:De súbito, vejo alguns coleguinhas muito preocupados com “propostas”. E dizem: “Ah, esse negócio de aborto não tem importância. Por que não discutimos o Brasil?” Muito bem! Comecemos, então, por não mentir sobre o Brasil que o PT herdou e que deixará como herança. Eu topo deixar de lado essa suposta “verdade irrelevante” se os petistas pararem com suas “mentiras relevantes”. Vejam que é uma troca que evidencia a minha generosidade: com ironia, digo que eu até abriria mão do direito de dizer essa verdade sobre eles se eles cumprissem a obrigação de não dizer mentiras sobre os outros.
Pois é…
Na reunião de ontem, Lula mandou Dilma não se meter mais nesse debate de religião. A questão, ele decidiu, são as privatizações. Quer repetir a tática de 2006, pespegando em Serra a pecha de “privatista” ou de “representante de um governo privatista”. Obediente, Dilma já começou a repetir o mantra. Será um bom teste. Vamos ver se os coleguinhas que se irritaram com as “verdades irrelevantes” sobre Dilma e o aborto vão se incomodar com a “mentiras relevantes” que o PT contará sobre as privatizações. Falo por falar. Já sabemos qual será o comportamento…
Bem, acho que Serra tem de levar a sério um trecho de um de seus discursos, não me lembro se o de despedida do governo ou se o de admissão da candidatura: “Quanto mais mentiras disserem sobre nós, mas verdades diremos sobre eles”, ou algo assim. Se a questão é passado, acho que falta informar muita coisa aos eleitores, não é mesmo? Eu informaria. Todas. Tintim por tintim. Como ficou claro até aqui, uma única verdade já causou uma enorme perturbação. É bom não esquecer que o PT sempre atravessa a linha do razoável na relação com o adversário na certeza de que a moral desse adversário não lhe permitirá reagir à altura do agravo sofrido. Eu proponho, reitero, nada além da verdade.(Fonte: Reinaldo Azevedo).

MOMENTOBRASILCOM.COM(Comentário):
O presidente Lula quer manter como carro-chefe no ataque ao concorrente tucano, as privatizações do governo de FHC, ao tempo em que, blinda a sua candidata ordenando-a a esquivar-se do tema aborto. Nós temos conhecimento que somente a Vale do Rio Doce, foi a privatização efetada na gestão do PSDB. As demais, foram todas realizadas pelo atual governo. Parece-nos que outra vez o Lula estará dando um tiro no próprio pé. Até mesmo a Petrobrás seria privatizada e mudaria o nome. Como então ter medo e tentar passar para a opinião pública que as privatizações retornariam? falta privatizar o quê? O Reinaldo Azevedo está corretíssimo em sua matéria.

3 comentários:

angela disse...

E a telesp? Tem muita gente reclamando que o preço dos telefones fixoa cairam.
abs

Maria José disse...

Roy. E lá se vai o nosso patrimônio.... Beijos.

André R. disse...

Roy

Bom texto, seria interessante por em pauta realmente a discussão sobre as privatizações, o PT fez uma propaganda massiva demonizando as privatizações, e o povo como sempre, deixou-se levar pelo calor do discurso, tendo opinião baseado na emoção.
Seria bom se o povo, procurasse saber em numeros as vantagens que a privatização trouxe.
Outro dia conversando com um funcionário da Petrobras perguntei se ele era a favor ou contra. Ele me respondeu que era contra. em seguida perguntei se ele tinha ações da empresa. Ele me falou todo orgulhoso que possuia.
Não é contraditório? É contra a privatização mas é orgulhoso em ser sócio da empresa?

Tenho 2 postagens em meu blog sobre isto, que podem ajudá-la a disseminar o conhecimento, se quiser copiar fique à vontade.

grande abraço
André R.
Transparência Política
http://transparenciapolitica.blogspot.com/