sexta-feira, 29 de outubro de 2010

BLÁ-BLÁ-BLÁ : DEBATE FINAL.

O debate realizado hoje na tv encerrando oficialmente a campanha eleitoral do 2º turno, de inovação apenas o módus operandi da apresentação. O desempenho dos presidenciáveis continuou deixando a desejar em muitos aspectos. A candidata Dilma do Chefe, no transcurso das explanações transformou o Tesouro Nacional no cofre mais rico do universo; os projetos realizáveis em seu entendimento e a ampliação dos existentes são faraonicos e requer recursos intermináveis. Deu a entender que desde o tempo que assumiu o ministério das Minas e Energias, alem de titular da pasta, tornou-se tambem o braço direito do Lula na adimistração federal; a quantidade de citações 'nós fizemos no governo' foi incalculável. Passando a nítida impressão que o presidente nada fez sem a sua ajuda. De positivo mesmo, só a melhora na articulação das frases e paragrafos, diminuindo em muito o intervalo entre as palavras e que contribuia para o não entendimento do que queria dizer. O ar autoritário foi diminuto, tentando imitar o chefe, no chamado discurso de 'Paz e Amor', tendo assim mesmo o poder de convencimento fragilizado. Já o presidenciável tucano, mais comedido, apresentou projetos mais consistentes no tocante aos maiores problemas enfrentados pela nação, baseando-se na experiencia adquirida nos postos ocupados. Todavia ambos não declararam de onde virá o dinheiro para tantas 'realizações' e, se pretendem reduzir os gastos da máquina pública, tema onde o Lula 'bateu pé firme' em não cortar um centavo siquer. Só para exemplificar, o tema saúde, para os dois candidatos, consta de aumento dos hospitais e clinicas especializadas com o objetivo desafogar aos das grandes cidades. Todavia não declararam como incentivar aos profisssinais da medicina a residirem e trabalhar em pequenas cidades. Resumo da òpera: Para chegar-se ao poder, as fórmulas continuam mágicas ou mirabolantes. TUDO COMO DANTES, NO QUARTEL DE ABRANTES.

2 comentários:

" ESSÊNCIA ESTELAR MAYA " disse...

Olá.
Eu sabia deste debate, mas vou te falar a verdade, sabe que esqueci!!!
Já estou tão cansada de tanto blá-blá-blá, que nem me preocupo em ficar muito atenta.
Política não é o meu forte, mas, tudo que acompanho diáriamente, me faz desacreditar no Ser humano.
Como se vendem tão facilmente.
Fico à pensar, como uma pessoa consegue corromper seus ideais e até esconder sua real essência, devido às aparências deste mundo.
São realmente pessoas muito fracas e pobres de espírito. (quem sabe em uma próxima encarnação, comecem a compreender suas atitudes...).
Mas fico sem saída, realmente não sei em quem votar!!!
Cheguei um dia a questionar com meu marido, que se realmente vivessemos numa Democracia, o voto não deveria ser obrigatório. Você teria liberdade para votar realmente em quem quisesse, e quando não quisesse não votaria.
Olha que coisa mais bonita, você ir por sua livre e espontânea vontade.
Muitos podem falar: -E seu ato de cidadania?
Eu respondo: -E tudo que eles fazem na nossa cara e ninguém toma uma atitude, que cidadãos são esses? Deixar um tiririca na vida chegar ao ponto de conseguir CONCRETIZAR sua candidatura. É a própria justiça tirando sarro na nossa cara.
Não tenho nada contra tiririca, ele é só um exemplo de tantos que se candidataram, que na minha visão, para qualquer desafio na vida,devemos nos preparar para assumir responsabilidades.
E tudo o que vimos nestas eleições, foi um festival de absurdos e brincadeiras.
O que prova que não levam a política deste Brasil a sério.
Então, quem são eles para querer cobrar algo do cidadão.
Me desculpe o desabafo, mas fico indignada quando querem cobrar todos os nossos Deveres e se esquecem dos nossos Direitos.
Muita Luz e Paz para todos nós.
Lú.

Maria José disse...

Agora vamos esperar pelo resultado do 2º turno e torcer para que o Brasil possa ter um bom governo. Beijos.