sexta-feira, 24 de setembro de 2010

LUA-DE-MEL.

Profissionais da Imprensa conversavam sôbre o futuro de um eventual governo de Dilma, enquanto esperavam a chegada da candidata no Farol da Barra, em Salvador para uma gravação do programa eleitoral, na última terça-feira. Num dado momento, especulou-se quanto tempo duraria a lua-de-mel dela com seu mentor, o presidente Lula. Uns não davam 2 anos para o rompimento; outros, ponderavam que ela seria fiel ao presidente e que seria impensável alguem trair o principal responsável por sua eleição. Cerca de dez minutos depois, em entrevista coletiva, Dilma anunciava a puxada do tapete de Geddel, alegando a 3ª posição nas pesquisas locais, ou seja: derrubando o duplo palanque na 'boa terra'. Os comentários sôbre a candidata, foram revistos IN LOCO.
MOMENTOBRASILCOM.COM(Comentário):
Já dizia a minha avó: "cesteiro que faz um cesto, tendo cipó e tempo, FAZ UM CENTO". Quem já foi, e tem experiencia em guerrilhas, espera-se tudo. Salutar seria a colocação das 'barbas de môlho'. Quem avisa, amigo é!, outro ditado.
A seguir o comentário de um leitor residente em Portugal:
José Sousa disse...
Meus amigos, me desculpem! Vivo em portugal e tenho acompanhado por perto a politica Brasileira. Gosto muito do Brasil e, o que desejo para o Brasil é prosperidade, mas na mão de Lula e se vier a ser eleita Dilma, o Brasil caminha para uma Cuba. Os brasileiros tem de acordar e no dia do voto deverão votar contra o PT. Todos nós sabemos que a destruição das Empresas é devido aos Sindicatos que colocam os empregados contra os patrões! Como é que um Sindicalista poderá governar um país? O Brasil com o PT vai ser um dia um país como CUBA. Abram os olhos e não deixem que isso aconteça. Votem em pessoas com crediblidade.Vesitem os meus blog'swww.queriaserselvagem.blogspot.comwww.congulolundo.blogspot.comwww.minhaalmaempoemas.blogspot.comVIVA O BRASIL.
Um bem aja
Sexta-feira, Setembro 24, 2010

Um comentário:

C Jorge F disse...

Estes são tempos de perplexidades semânticas e de banalização dos atentados à inteligência (falo do que se passa em todo o mundo civilizado); segundo a doutrina vigente, a seguir pelos políticos com ambição de fazer carreira, a hipocrisia é uma necessidade, a desonestidade intelectual um instinto vital, a memória um estorvo e a cultura uma coisa qualquer relacionada com vegetais.
(terei sido moderado o quando baste?)