terça-feira, 13 de julho de 2010

CÓDIGO FLORESTAL? NO BRASIL?

As mudanças climáticas debatidas em Copenhague, onde o Brasil chegou com uma das mais avançadas metas: a redução de emissões de CO2, entre 36 e 38,9% projetadas até 2020, refletidas na Lei de Mudanças Climáticasao final de 2009. O deputado Aldo Rebelo(PCdoB),comanda um grupo de parlamentares em fim de mandato, propões de forma calamitosa e precipitda, reforma no Código Florestal. Propostas estas, que trazem o que há de mais de mais atrasado na gestão e manutenção de serviços ambientais fundamentais, impedindo assim que o país seus compromissos intrnacionais quanto às mudanças climáticas e a própria lei sansionada pelo predidente Lula. E o que é pior: praticamente revoga a legislação brasileira no setor. Eliminação de áreas de proteção permanente, redução de matas ciliares que preservam nascentes e cursos d'água e anistia aos criminosos desmatadores. Esperamos que, esta proposta não vá este ano para votação,e que fique no congresso para os futuros integrantes, possam retomar os debates e aprimorem uma lei que permita ao país de clima e florestas tropicais.

Nenhum comentário: