sábado, 31 de julho de 2010

AJUDA AO PRÓXIMO.

Quem desconhece o Espiritismio tem ideias errôneas a seu respeito, como tivemos oportunidade de verificar durante um programa de televisão que,há alguns anos,foi realizado no canal 7 de Salvador(TV Bandeirantes). Participavam dos debates um padre, um pastor, um espírita e um materialista, se não nos falha a memória. Na ultima parte, os telespectadores passaram a telefonar,efetuando perguntas e escolhendo quem deveria dar as respostas. Uma senhora ligou dizendo não aceitar o fato de que "o Espiritismo ensina que não se deve ajudar a quem padece, tendo em vista que o sofrimento é a consequencia de erros praticados em outras vidas", pelo que não deveriamos interferir.
Esclarecemos, na oportunidade, que não é assim que a Doutrina se posiciona e passamos a explicar o assunto, informando que muitos padecem em processo de exspiação, mas isto não significa que o espírita deva cruzar os braços deixando que a lei de causa e efeito se cumpra poruqe nós não somos jízes e nem temos o direito de julgar ou condenar ninguem. O que o Espiritismo ensina é que somente a Deus cumpre fazer justiça e não sem razão que esquecemos a vida pretérita porque assim poderemos auxiliar masi facilmente até mesmo aqueles que foram nossos inimigos no passado e cometeram faltas contra nós. Por áí se vê quanto ele nos convida a prestar auxílio indistintamente,pois é obrigação de todos, espíritas ou não, ajudar a quantos necessitem de nossas atenções, sem que nos preocupemos com o fato de tratar-se de expiação em que o criminoso, de ontem vem arcar com as consequencias de seus crimes. Uma pessoa pode nascer em uma posição penosa e dificil justamente para que se veja impelida a procurar os meios de vencer as dificuldades, aprendendo a perseverar na luta sem se deixar esmorecer. Sua situação pode ser dolorosa, se o espírito reencarna para expiar males de um passado delituoso, o que ocorre para que a lei seja cumprida "até o último ceitil",conforme o Mestre observou porque a justiça divina não faz exceção e todos estamos sujeitos a ela. Mas não devemos ficar indiferentes ao sofrimento alheio para que a justiça se faça,porque esta - por ser perfeita-seguirá seu curso independentemente de crenças.
Assim como a senhora que elefonou, há outras pessoas que tambem fazem ideias erôneas do Espiritismo e, recentemente, alguem nos disse desconhecer qualquer obra benemérita praticada pelos espíritas, ao tempo em que citava trabalhos desenvolviodos por irmãos de outras crenças e entidades filantrópicas sem ligação com qualquer credo religioso. Explicamos que os seguidores do Espiritismobusam praticar a caridade em qualquer circunstância e sob diversas formas sem que disso se faça alarde, sendo este, possivelmente, o motivo de muita gente desconhecer seus trabalhos em benefício do próximo. Existem inumeras obrasrealizadas por centros espíritasa, dentro e fora de suas sedes,como a distribuição de farnéis, almoço, assitencia médica e ajuda de várias formas. Para os que têm olhos de ver, como dizia o Mestre Jesus, basta observar as diversas casas de auxílio fraternal espalhadas pelo Brasil afora, desde os conhecios trabalhos de assistencia realizados por Francisco Cândido Xavier e seus seguidores escolas, casas de saúde creches e inúmeras obras destinadas a idosos e crianças como a Mansão do Caminho e a Cidade da Luz, em Salvador,para citar apenas dois exemplos bem próximos de nós.(GIlberto Santos).
MOMENTOBRASILCOM.COM(Comentário):
O autor é tambem jornalista e trabalhador do Centro Espírita Lar João Batista).

Nenhum comentário: