sexta-feira, 19 de março de 2010

20 ANOS DEPOIS, O MESMO IDIOMA.

Já na década de 90, a então ministra Zelia "Caridosa" de Melo, expressava-se em "Dilmês". A candidata a Presidencia da República, assim como antigamente, em seus pronunciamentos hoje, sôbreoPAC& cia. fala, fala e não diz nada. Com a agravante de que o Lula quer se perpetuar no poder imitando o amigo Chávez. Golpe à vista!

Um comentário:

TRIBUNA-BRASIL.COM (O Indignado) disse...

Amigo Roy, o tempo passa, mas os gatos continuam os mesmos. trocam apenas o local das cadeiras na mesa. Os "quadrilheiros" de Brasília, são os mesmos,com pouquíssimas alterações. Portanto,
nada de no novo no "Front". Tudo com dantes no quartel de Abrantes. ( O INDIGNADO).