quarta-feira, 3 de fevereiro de 2010

DESRESPEITO DE NORTE A SUL.

Deputado gaúcho cassado por infidelidade é nomeado assessor de Yeda Crusius:
O deputado estadual cassado Coffy Rodrigues (PSDB) foi nomeado assessor especial do gabinete da governadora Rio Grande do Sul, Yeda Crusius (PSDB). O ato de nomeação está no "Diário Oficial" do Estado desta segunda-feira. No dia 20 de janeiro, o TRE-RS (Tribunal Regional Eleitoral) cassou Rodrigues por infidelidade partidária. O tucano, que trocou o PDT pelo PSDB, foi o relator da CPI da Corrupção na Assembleia Legislativa que investigou irregularidades no governo de Yeda. Em seu relatório, Rodrigues isenta a governadora. Quando foi cassado, Coffy disse à Folha Online que iria recorrer ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral) assim que fosse notificado da decisão. "Não foi feita justiça. Saí do PDT antes da resolução do TSE que instituiu a fidelidade partidária. Sofri forte discriminação no PDT", afirmou. Na ocasião, Coffy negou que sua filiação ao PSDB foi motivada por indicação de cargos no governo do Estado. "Isso [a decisão] faz parte do processo e a gente tem que se curvar à decisão dos magistrados", afirmou. A reportagem ligou para o deputado nesta segunda-feira, mas seu celular está desligado. O TRE-RS julgou o mérito da ação proposta pelo PDT no início do ano passado com base na resolução do TSE que determinou que o mandato pertence ao partido e não ao político eleito. Na época, Coffy tinha acabado de assumir o cargo na Assembleia. Segundo o relator do processo, desembargador Luiz Felipe Silveira Difini, "a postura do deputado Coffy foi de infidelidade partidária, pois privilegiou o interesse em ocupar alto cargo no governo estadual, em franca colidência com a orientação partidária". Foi a primeira vez que o TRE-RS decretou a perda de mandato de um deputado estadual por infidelidade partidária desde a resolução do TSE que instituiu as regras sobre o assunto.(Fonte:Folha).

MOMENTOBRASILCOM.COM(Comenta):
È vergonhosa a atuação politica de norte a sul do país. A impunidade continua crônica. A vergonha antes fator de integridade humana, hoje totalmente descaracterizada pela classe política é inexistente em grande numero da população. Fatos comprovados. Imagens mostrando o tamanho da corrupção, na justiça da atualidade brasileira nenhum valor tem. Chegando a haver políticos a declarar públicamente que tudo não passa de ilusão ótica. Desta forma, chegamos ao fundo do poço. E para sairmos dele, está dificil.

2 comentários:

angela disse...

Dificil mesmo, muito dificil.

Paulo Roberto Wovst Leite disse...

Foste muito feliz quanto ao título da postagem e tudo o mais...
Afinal se separar-mos tudo em capitanias hereditárias e dermos autonomia a todos insurgentes. As m... seriam diferentes, não os Brasis são tudo farinha do mesmo saco.
saudações!!!