segunda-feira, 30 de novembro de 2009

A RESPONABILIDADE DOS PARTIDOS.

Mensalão de Arruda ou do DEM? :
O desastre protagonizado por José Roberto Arruda faz aflorar o enorme preconceito que parte importante da imprensa tem contra o DEM — considerado “de direita”. É preciso ser muito energúmeno para afirmar que o Democratas é direitista. Mas os energúmenos estão à solta… Por que escrevo isso? Porque já se chama o esquema de falcatruas do Distrito Federal de “mensalão do DEM”. Calma lá! Quem exerce hoje no DEM a função que José Genoino exercia no PT quando estourou o mensalão petista? É o deputado Rodrigo Maia (RJ). Ele está metido na lambança do DF como Genoino estava na do PT? Não que se saiba. Quem seria o articulador político do DEM, fazendo, na legenda, o trabalho — refiro-me ao trabalho legal — que José Dirceu fazia no PT? Eu diria que é Jorge Bornhausen. Ele está metido na lambança do DF como Dirceu estava na do PT? Não que se saiba. Quem é o líder do DEM na Câmara, como João Paulo Cunha liderava o PT? É Ronaldo Caiado (GO). Ele está metido na lambança do DF, como Cunha estava na do PT? Não que se saiba. O mensalão petista foi justamente classificado de “petista” porque a cúpula dirigente estava comprometida com ele. Não é o caso, até onde se sabe, das lambanças de Arruda. Enquanto não surgir uma evidência ao menos de que direção do partido tivesse ciência do esquema ou fosse sua beneficiária, chamar a coisa de “Mensalão do DEM” ou é manifestação do tal preconceito ou é prestação de serviços ao petismo. E se Arruda for expulso do partido? Será, ainda assim, “mensalão do DEM” ??? No caso petista, não custa notar, os “Arrudas” estão de volta. E ocupam de novo a cúpula do partido.(Fonte:Reinaldo Azevedo).
MOMENTOBRASILCOM.COM(Comenta):
Em diversas oportunidades publicamos matérias assinadas pelo nobre colega, por enterdermos semelhanças de pontos de vista. Com todo respeito, discordo frontalmente desta vez. È de um passado distante e remoto, o tempo em que afiliados a partidos políticos tinham ideologias próprias. Hoje, seguem fielmente a 'cartilha' do partido, sob pena de ser desfiliado. Os partidos são responsáveis sim, por seus componentes. Essa história de não saber, é jargão e propriedade do presidente Lula. A menos que os partidos políticos não passem de 'Casas de Mãe Joana' onde cada um faz o que quer. O Partido DEM, tem a sua parcela de culpa, independetemente da posição que tomar, da mesma forma que o PV tem sua responsabilidade sobre as declarações desrespeitosas do ex-vereador baiano e atual ministro da cultura (cargo que lhe caiu no colo com a renúncia de Gilberto Gil) a respeito da impensa. E falo de cátedra, pois há vários e vários anos faço coberturas políticas na Assembleia Estadual e Câmara Municipal em Salvador, onde o ministro Juca Ferreira , jamais teve projeto aprovado. Em suma: todos os partidos são responsáveis por aqueles que manteem em seus quadros.

domingo, 29 de novembro de 2009

PREMIOS RECEBIDOS!














Homenagem recebida do www.reginagoulartsantos.blogspot.com (ENTRELINHAS), que novamente agradecemos e repassamos aos nossos seguidores e amigos. São tantas as demonstraçõesde carinho, que a quantidade de selos/premios merecem uma exposição em local público

RELAX de FIM de SEMANA (Dominical)


A 'passagem' de RAY CONNIFF, pelo Rancho Fundo!

RELAX de FIM de SEMANA (Dominical)



Um TRIO de OURO!

sábado, 28 de novembro de 2009

TIO SAM: 'VOU FERRAR O 'CARA'!

Eleição coloca em xeque posição brasileira sobre Honduras :
A realização de eleições em Honduras, sem que o presidente deposto, Manuel Zelaya, tenha sido restituído ao cargo, colocará o governo brasileiro diante de uma discussão delicada: como levar adiante a promessa de não reconhecer o novo presidente, especialmente se os hondurenhos comparecerem em massa às urnas. A posição pública do Palácio do Planalto é de que o reconhecimento da eleição, neste domingo, significa 'legitimar o golpe', que em junho forçou a saída de Zelaya do poder e do país. A promessa do governo brasileiro, se colocada em prática, poderá resultar no congelamento das relações diplomáticas entre os dois países. Entre as consequências práticas, estão o fechamento da embaixada e a suspensão de acordos. Segundo um diplomata brasileiro, existem ainda implicações políticas. 'Estaremos isolando um país pequeno e que pode ter, neste domingo, uma eleição democrática, com um comparecimento significativo. O Brasil tem uma discussão difícil pela frente', disse ele à BBC Brasil. De acordo com a mesma fonte, oficialmente o governo não tem um 'Plano B' para Honduras. 'Não antecipamos cenários. As avaliações têm sido feitas com base em fatos concretos. E ainda há muito o que acontecer nos próximos dias', afirmou.
Congresso :
Além das eleições, neste domingo os negociadores estarão atentos à decisão do Congresso Nacional de Honduras sobre a restituição ou não de Zelaya ao poder. Na quinta-feira, a Suprema Corte de Justiça deu seu parecer sobre a questão, aconselhando os parlamentares a rechaçar a restituição do mandatário eleito. Com a recomendação da Corte, reduziu-se ainda mais a possibilidade do retorno de Zelaya ao poder. Na avaliação do governo brasileiro, uma saída seria o presidente eleito convencer sua bancada no Congresso a aprovar a restituição de Zelaya. 'Ainda que o eleito seja Pepe Lobo (oposição a Zelaya), ele também tem interesse em ver seu governo legitimado pela comunidade internacional', diz uma fonte do Palácio do Planalto. Apesar de a possibilidade existir, ela é 'pequena', segundo essa mesma fonte. No governo brasileiro, a realização da eleição sem Zelaya é tida como 'fato consumado'. Alguns países, entre eles os Estados Unidos, já declararam que vão reconhecer o novo presidente de Honduras desde que o pleito ocorra com transparência e liberdade de expressão.
Recado:
A principal preocupação do governo brasileiro é com o recado que será dado aos países da região. 'Nossa preocupação é que introduzam a tese do golpe preventivo na América Latina', disse o presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Na avaliação do Itamaraty, a região tem um histórico de instabilidade política e que é preciso 'combater qualquer estímulo nesse sentido'. O assessor especial da Presidência para assuntos internacionais, Marco Aurélio Garcia, diz que o novo regime não deve ser aceito e que a 'tendência é Honduras ser expulsa da OEA'. No dia 4 de dezembro, os 24 países-membros da OEA se reúnem para avaliar as eleições em Honduras e, possivelmente, o futuro do país na organização.
Tratamento:
Questionado pela BBC Brasil, o Itamaraty disse que não comentaria, neste momento, que tratamento será dado a Honduras caso o Brasil não reconheça o novo presidente. Uma fonte diplomática, que acompanha de perto o assunto no Ministério, diz que essa discussão 'ainda não aconteceu'. 'Até o dia 27 de janeiro, o presidente é o Zelaya. Mas após essa data, não sei com quem falaremos em Honduras ou mesmo se falaremos com alguém', diz. O especialista em Relações Internacionais e professor aposentado da Universidade de Brasília Amado Luiz Cervo diz que a postura brasileira, se mantida, levará a uma situação 'no mínimo, curiosa'. 'A tradição brasileira é a de reconhecer mesmo as eleições mais polêmicas', diz. 'Temos um exemplo recente, que foi a eleição de Mahmoud Ahmadinejad, no Irã', acrescenta. Para ele, o Brasil está adotando uma postura 'radical' no caso de Honduras, ao condenar uma eleição que 'ainda nem aconteceu e que pode resultar no congelamento das relações diplomáticas com aquele país'. 'O Brasil tem relações com regimes questionáveis, como o da Coreia do Norte e do Zimbábue. Será no mínimo curioso não termos com
(Fonte:BBC Brasil).
MOMENTOBRASILCOM.COM(Comenta):
Golpes e eleições hondurenhas à parte, o presidente Obama está de camarote, aguardando tão somente o desenrolar dos acontecimentos e, brevemente retalhiações ocorrerão e o Brasil sofrerá tambem as cosequencias. A insatisfação do Tio Sam é grande e pública. E o "Cara" vai ser ferrado.

PREMIOS RECEBIDOS!.

Recebido de www.jackeselosemimos.blogspot. agradecemos e indicamos a todos os seguidores. Para tanto é necessário que que divulguem os 5 livros marcantes dos que leram.
MOMENTOBRASILCOM.COM(Comenta):
Os nossos 5 livros: 1-O Profeta(Gibran), 2- Como fazer amigos e influenciar pessoas(Dallie Carneghie), 3- O LIvro dos Espíritos(Kardec), 4- O Evangelho segundo o Espiritismo (Kardec) e 5- Nosso Lar(A. Luis/Chico Xavier)

RELAX de FIM de SEMANA (Sàbado)


O "GUARDA COSTAS" de WHITNEY HOUSTON

RELAX de FIM de SEMANA (Sàbado)


O violeiro Sérgio Reis e uma grande lição de vida.

quarta-feira, 25 de novembro de 2009

BIS: "LÁ VEM OUTRO GOLPE"!

Erro na conta de luz, não obriga o ressarciemento, diz ANEEL:
BRASÍLIA - O diretor-geral da Aneel, Nelson Hubner, descartou que a agência vá obrigar as distribuidoras de energia a devolver aos consumidores o valor pago a mais na conta de luz por sete anos. Hubner se reuniu com integrantes da CPI das Tarifas de Energia, que cobraram mais uma vez solução para erro no cálculo de reajustes das tarifas de energia que foi verificado pelo Tribunal de Contas da União (TCU) nos reajustes de 2002 até hoje. Segundo o diretor da Aneel, haverá correção apenas pra as novas regras que vão ser apresentadas para as distribuidoras de energia. "A Aneel entende que não há obrigação de ressarcimento porque as pessoas pagaram de acordo com uma tarifa que foi definida com um contrato de concessão que estava em vigor legalmente. Pode haver apenas se as empresas concordarem de que houve esse desvio, nós podemos calcular e se elas quiserem podem devolver isso", disse Nelson Hubner. A agência reguladora apresenta na próxima semana o balanço dos débitos das distribuidoras sobre o valor cobrado a mais dos consumidores na conta de luz. O presidente da CPI das Tarifas de Energia Elétrica da Câmara, deputado Eduardo da Fonte (PP-PE), sugeriu que as distribuidoras façam um acordo voluntário de ajustes. O parlamentar aposta no bom-senso dos concessionários de energia para a devolução dos valores pagos a mais porque se trata de serviço público concessionado pelo governo. "Temos o papel de defender o povo brasileiro. Nós vamos sugerir na CPI que as distribuidoras que não fizerem um entendimento com a Aneel para ressarcir o consumidor não tenham os contratos de concessão renovados", disse Eduardo da Fonte. O diretor da Aneel não entendeu a proposta da CPI como uma ameaça e minimizou o poder da comissão de inquérito na negociação com as distribuidoras de energia. "As sugestões da CPI para se tornar efetivas terão que estar nos termos legais", disse Nelson Hubner. ///(Fonte: Keila Santana/JB Online)//.
MOMENTOBRASILCOM.COM(Comenta):
Vão roubar as mães e as famílias de vocês, políticos safados! Náo se trata de falta de respeito com os leitores. Mas sim, a explosão da indignação de uma cidadão que trabalha h-o-n-e-s-t-a-m-e-n-t-e e paga todos os impostos e em dia. (não pagar juros ao governo). Vou fazer minhas, as palavras d' O INDIGNADO (www.tribuna-brasil.blogspot.com): "Os quadrilheiros de Brasília e suas 'quadrilhas políticas compostas pelos muitos 3oo Ali Babás, teem que ser 'banidas' deste Brasil varonil. Roubar nas caladas da noite é inadmissivel. Roubar acintosamente, nas vistas da nação,é intolerável! Cadeia neles! TODOS!

terça-feira, 24 de novembro de 2009

OUTRA VEZ? NOVAMENTE? ASSIM É...

FAB dá carona a filho de Lula e mais 15 :
Faltando dez minutos para pousar no aeroporto internacional de Brasília no dia 9 de outubro, uma sexta-feira, o Boeing 737 de prefixo 2116, da FAB (Força Aérea Brasileira), teve de mudar de itinerário e retornar a São Paulo para buscar novos passageiros: o presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, e o empresário Fábio Luís Lula da Silva, o Lulinha, com 15 acompanhantes. Meirelles afirma, por meio de sua assessoria, que solicitou o avião para transportá-lo de São Paulo para Brasília e que apenas no momento do embarque soube que, "por solicitação da Presidência", o filho de Lula e mais 15 pessoas "aproveitariam o voo da aeronave colocada à disposição do BC". A viagem do Boeing começou em Gavião Peixoto (SP), levando a Brasília militares a serviço da Aeronáutica. Eram 17h, já perto da capital federal, quando o comandante recebeu ordem de voltar a São Paulo. O Boeing voltou e pousou às 19h em Guarulhos, onde foi abastecido. O comandante recebeu nova ordem: os passageiros embarcariam em Congonhas, não em Guarulhos. O Sucatinha partiu de Guarulhos às 20h30. Como já havia sido abastecida, a aeronave teve que ficar voando por uma hora para gastar combustível e ingressar nas condições de pouso em Congonhas, onde aterrissou às 21h30. Os militares foram deslocados para a parte traseira, para que os novos passageiros embarcassem. A decolagem foi às 23h. O avião chegou a Brasília uma hora e 40 minutos depois. O presidente do BC diz que não sabia o itinerário anterior do avião, deslocado para atender a sua chamada quando estava para pousar em Brasília. O Boeing, conhecido como Sucatinha, faz o transporte aéreo do vice-presidente da República, dos presidentes do Senado, da Câmara ou do STF, de ministros ou ocupantes de cargo com status de ministro (como Meirelles) e de comandantes das Forças Armadas. Segundo a regra que regulamenta o uso da aeronave, as autoridades que solicitarem o uso do avião devem informar à Aeronáutica "a quantidade de pessoas que eventualmente as acompanharão".
O decreto diz ainda que "o transporte de autoridades civis em desrespeito ao estabelecido" no texto "configura infração administrativa grave".
Outro lado :
A assessoria do Banco Central diz que Meirelles solicitou a aeronave da FAB apenas para ele e um assessor. A assessoria de imprensa da Presidência da República afirma que os passageiros, incluindo Lulinha, eram convidados do presidente Lula: "É normal o presidente da República convidar pessoas para se encontrar com ele em Brasília e oferecer transporte pelas aeronaves que servem a Presidência da República". Lulinha não foi localizado para comentar o caso. A assessoria da Presidência afirma que não fornece informações sobre familiares de Lula. A Presidência, o BC e a FAB não forneceram a lista de passageiros solicitada pela Folha. O tenente-coronel Henry Wender, assessor da FAB, afirma que, como o Boeing estava à disposição da Presidência, a FAB não tem controle de lista de passageiros e de itinerário.//(BOL)//.
MOMENTOBRASILCOM.COM(Comenta):
Total e completo o desrespeito do filho de Lula. O simples fato de ser filho do Presidente da República, não lhe dá o direito de 'fazer e acontecer'.È um cidadão civil que, tem direito a segurança pessoal. A isto chama-se abuso de poder. Poder este, que não lhe foi dado pela população, e sim, por um pai que clama por moralidade e ética, que não a tem. Fez das autoridades da nação em serviço , meros empregados. Desta vez, 'sacaneou' literalmente com o país. E o Lula ainda vem dizer que não aceita intolerâncias. Quem não as aceita, é o povo brasileiro, cansado de tanta corrupção, ter que engolir goela abaixo, os caprichos de um rapaz despreparado em todos os sentidos e tendo sua turma como plateia, de atos irresponsáveis. Alem de não saber o que se passa do lado do seu gabinete (por pura conviniência), Lula mostra que tambem não tem 'voz altiva' dentro da própria família que constituiu. Presidente: vai falar em moralidade, em outro terreiro. No Brasil não!

segunda-feira, 23 de novembro de 2009

AINDA BEM!

Brasil recusou proposta do Irã de compra de terras :
O Brasil recusou uma proposta feita pelo Irã de compra ou arrendamento de áreas agrícolas brasileiras, com vistas à produção de alimentos e sua venda direta ao país islâmico, afirmou nesta segunda-feira o ministro da Agricultura, Reinhold Stephanes. Segundo o ministro, não interessa ao Brasil esse tipo de negócio, pois seria mais interessante para o país que o Irã comprasse mais produtos de empresas e de agricultores brasileiros. "Não faz parte do nosso modelo de desenvolvimento. Nós temos agricultores capacitados para aumentar a produção", disse Stephanes, no Palácio do Itamaraty, antes de os presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Mahmoud Ahmadinejad, do Irã, fazerem um comunicado conjunto. Pela proposta recusada, o Irã teria a oferta de produtos agrícolas garantida e a preços descolados do mercado. //(Fonte:IG)//.
MOMENTOBRASILCOM.COM (Comenta):
êste país 'verde e amarelo 'é tão cobiçado, que a turma do Oriente Médio quer tambem tirar 'sua casquinha'. E o presidente Lula, baseado na gozação do Obama (èste é o cara), pensa que está com a 'bola toda' internacionalmente, erroneamente 'paparica' Chefes-de-Estado indesejáveis para a maioria das nações. Aí está o resultado: Querem terras brasileiras para implantarem dissimuladamente suas colônias.

ABORDAGEM INTELIGENTE COM HOMENAGEM

MOMENTOBRASILCOM.COM(Comenta):
Resolví publicar o texto abaixo (com permissão da autora) motivado por:
1-Tenho recebido alguns comentários e e-mails desabonadores, com uso de palavrões e outros semelhantes assinados anônimamente. Mesmo sendo em desacordo com nossa crítica ou opinião, publico-os(aqueles sem os xingamentos) pois, sou acima de tudo, imparcial e democrata.
2- A publicação do texto, comprova a concordância de inúmeras pessoas com nossos pontos de vista.
A JUSTIÇA TARDE, MAS NÃO FALHA!
sábado, 21 de novembro de 2009 :
DIREITOS - Homenagem ao querido amigo Jornalista Roy Lacerda - Blog
"MOMENTO BRASIL"
TEMOS O
DIREITO DE
TER DIREITOS
Em termos simples, direito é uma reivindicação inegociável. Se você tem direito a algo, não deve ser impedido de tê-lo ou fazê-lo; ademais, outros são legalmente obrigados a lhe permitir ou até facilitar o exercício desse direito. Podemos ver o direito como uma maneira de defender certas liberdades contra o poder do Estado, ou contra outros cidadãos que possam querer nos negar essas liberdades. Direitos são considerados invioláveis e de certo modo "pré-políticos". Isto é, enquanto o processo normal da política envolve exigências e contra-exigências entre cidadãos ou cidadãos e o Estado, um direito é como um trunfo - uma reivindicação que deve ser reconhecida como válida incondicionalmente, ainda que o exercício desse direito vá contra o bem-estar da maioria. É claro que, uma coisa é reivindicar algo como um direito, outra é conseguir que outros o reconheçam como tal. Na prática, a maioria dos direitos só é estabelecida após grande empenho da parte de quem os reivindica. Por exemplo, no Ocidente, vários grupos excluídos do processo democrático, como mulheres, "as classes trabalhadoras" e negros, tiveram que lutar pelo direito ao voto. A idéia de direitos é atraente, uma vez que contrabalança a do contrato social. Enquanto este justifica os poderes que o Estado exerce sobre os cidadãos, os direitos impõem limites ao que o Estado pode fazer com eles e especifica que liberdades tem o dever de defender. Mas em que se baseiam os direitos ? Afirmou-se que a posse de direitos é fundada em nossa própria natureza humana, conferida a nós por Deus ou pela natureza. Nessa abordagem, os direitos são parte da essência de nossa humanidade, ficando fora do alcance de políticos e da maioria dominante. O inconveniente dessa noção de "direitos naturais" é não elucidar como sabemos que temos esses direitos, ou exatamente, quantos direitos temos. Não explica também, porque há discordância sobre o que constitui um direito. Uma alternativa é ver os direitos como coisas que inventamos - como produto de decisões políticas, costumes ou convenções. Entretanto, essa abordagem é igualmente problemática, pois direitos inventados não têm a poderosa força pré-política dos direitos naturais. Afinal, se inventamos os direitos, podemos certamente mudá-los - ou mesmo - abolí-los. Outra área de debate diz respeito ao que pode e não pode ser reivindicado como direito. Vida, liberdade de ir e vir, de expressão e de religião parecem canditados óbvios. Embora possam não ser respeitados em toda parte, o tempo todo, esses direitos têm ao menos o mérito de parecerem liberdades importantes, que vale a pena defender, contra os poderosos. Naturalmente, esta lista não abrange todos os direitos já reivindicados pelas pessoas - tal relação seria vasta e incluiria o direito ao voto, à propriedade, ao emprego e à ajuda econômica. A dificuldade é que, quanto mais coisas contam como direitos, menos espaços há para ações políticas, já que direitos são vistos como exigências absolutas, contra as quais outras considerações, por mais importantes que sejam, devem ficar em segundo plano. Assim, deveria o direito à expressão, como sobrepor-se a todas objeções feitas com base na decência, no respeito a religião, à raça ou ao interesse público? E quando dois direitos parecem conflitar? Em alguns países, o debate sobre o aborto colocou de lados opostos o direito à vida e o direito a mulher a escolher. Apesar dessas questões embaraçosas, os direitos vieram para ficar. Revolucionários, muitas vezes evocaram os direitos para exprimir suas aspirações a uma sociedade mais justa, em parte porque os direitos dão uma dimensão moral à política, além do mero controle dos poderosos: uma exigência de reconhecimento e respeito para todos. Cada vez mais, essa exigência é feita de maneiras que transcedem fronteiras nacionais - essa visão foi consagrada em documentos, tais como a nossa Magna Carta, inclusive na Declaração dos Direitos Humanos das Nações Unidas.
"O verdadeiro amante do conhecimento luta naturalmente pela verdade...e se eleva com luminosa e incansável paixão até aprender a natureza essencial das coisas",
( Platão
)//.
Postado por REGINA GOULART SANTOS às 16:43//.

domingo, 22 de novembro de 2009

RELAX de FIM de SEMANA (Dominical)


O BOM BOLERO!

RELAXde FIM de SEMANA (Dominical)

E a boa música continua. Deleitem-se!


RELAX de FIM de SEMANA (Dominical)



sábado, 21 de novembro de 2009

FILME: "ENDEUSAMENTO" UTÓPICO!

Quem é o ‘Filho do Brasil’:
“O chefe da propaganda de Benito Mussolini era seu genro, Galeazzo Ciano. Lula, por sua vez, tem de se arranjar com Franklin Martins”. Luiz Carlos Barreto, o Filho do Brasil.” Ele, Luiz Carlos Barreto, é um personagem um tantinho menos oco do que aquele outro, canonizado em sua última obra, Lula, o Filho do Brasil. Quem é Lula? Eu o resumiria numa única linha: um retirante maroto que sonha em se transformar em José Sarney. Ele é Vidas Secas sem Graciliano Ramos. Ele é Antônio Conselheiro sem Euclides da Cunha. Ele é, citando outra patetice sertaneja produzida por Luiz Carlos Barreto, quarenta anos atrás – os filhos do Brasil repetem-se tediosamente de quarenta em quarenta anos –, o cangaceiro Coirana, sem Antônio das Mortes. Quem já assistiu a um cinejornal do “Istituto Luce” sabe perfeitamente o que esperar de Lula, o Filho do Brasil. Benito Mussolini, em Roma, conclamando as massas, é igual a Lula, no ABC, imitando Bussunda. O chefe da propaganda de Benito Mussolini era seu genro, Galeazzo Ciano. Lula, por sua vez, tem de se arranjar com Franklin Martins, coordenador do MinCulPop lulista. Mas o fato é que, a cada dia mais, o “filho de Dona Lindu” macaqueia o “filho do ferreiro de Predappio” – só que num cenário mais indigente e embolorado. Se o crack de 1929 consolidou aquilo que Benito Mussolini chamou de “estado empreendedor”, o crack de 2008 fez o mesmo com Lula. A economia fascista tinha IMI e IRI, bancos públicos que forneciam crédito à indústria italiana, privilegiando os aliados do regime. A economia lulista tem Banco do Brasil e BNDES, que desempenham um papel semelhante. Benito Mussolini era celebrado na propaganda oficial por ter “restringido as desigualdades sociais”. Lula? Também. Os triunfos italianos nas Copas do Mundo de 1934 e 1938 foram creditados ao Duce, que compareceu aos jogos finais, assim como a Copa do Mundo de 2014 e a Olimpíada de 2016 foram creditadas a Lula. Recentemente, Lula arrumou até seu próprio ditador antissemita, que promete repetir o holocausto: o iraniano Mahmoud Ahmadinejad, recebido com pompa na capital do lulismo. Os “anos do consenso” de Benito Mussolini duraram de 1929 a 1936. Quanto podem durar os de Lula? Luiz Carlos Barreto, em 1966, produziu um curta-metragem de propaganda para José Sarney. O curta-metragem foi dirigido por um conhecido marqueteiro: Glauber Rocha. Desde aquele tempo, Luiz Carlos Barreto, “o Filho do Brasil”, é quem melhor sintetiza o caráter nacional. Durante a ditadura militar, ele tomou conta da Embrafilme. No período de Fernando Henrique Cardoso, ele fez propaganda para a Embratur e para o BNDES. Quando o lulismo foi desmascarado, em 2006, ele disse: “O mensalão não era mensalão. Era uma anuidade. Faz parte da ética política. E a ética política é elástica”. A ética cinematográfica é igualmente elástica. E, no caso de Luiz Carlos Barreto, é uma anuidade. Luiz Carlos Barreto, homenageado no Senado por Roseana Sarney, que o chamou de “grandalhão dócil e amável do cinema brasileiro”, agora planeja filmar o romance Saraminda, de José Sarney. É dessa maneira que Lula passará para a história: como uma mera anuidade no intervalo entre o José Sarney de 1966 e o José Sarney de 2010.//(Fonte:Diogo Mainardi/VEJA)//.
MOMENTOBRASILCOM.COM(Comenta):
A produção do filme é uma tentativa escabrosa de 'endeusar' o ex-retirante, ex-metalúrgico, ex-defensor da moral, da ética e de um país mais justo.

RELAX de FIM de SEMANA (Sábado)

DOIS MONSTROS SAGRADOS DA M.P.B.






RELAX de FIM de SEMANA (Sábado)

SANFONA (acordeon) da melhor qualidade.


sexta-feira, 20 de novembro de 2009

CONTINUAMOS A GANHAR PRÊMIOS! ÊTA!



Desta vez agradecemoshttp://www.jackeselosemimos.blogspot.com/ os selos/prêmios abaixo. A enquete para o recebimento pareceu-nos bastante justa: "O que seria necessário fazer ou mudar, para vivermos num mundo melhor".//.
MOMENTOBRASILCOM.COM(Comenta):
Nossa resposta: "Respeito mútuo entre as pessoas.
Indicamos:
1-www.brasillivreedemocratico.blogspot.com 2-Terezacs.blogspot.com 3-www.wanderleyelian.blogspot.com 4-www.cachorroluco.blogspot.com 5-www.ponderantes.blogspot.com e a todos que quiserem aderir.

ADERINDO À CAMPANHA!.

Clausewitz disse...
Olá, amigo. Peço permissão para propagandear novas pesquisas em meu blog. Face aos últimos acontecimentos, qual a similaridade que você vê entre Lula, Césare Battisti e Mahmoud Ahmadinejad? e se você pudesse rebatizar o épico da dramaturgia estatal "Lula, o filho do Brasil", que novo nome você daria ao filme? Participem das mais novas enquetes do Blog do Clausewitz, mas votem logo antes que meu blog seja censurado pela Conferência Nacional de Comunicação (Confecom). Se acharem interessantes os temas abordados nas 5 enquetes, divulgue-as..//.
MOMENTOBRASILCOM.COM(Comenta):
1-Lula, inconsequente e conivente. 2-Battisti, mafioso. 3- Ahmadinejad, ditador disfarçado. Todos antidemocráticos. Nome do filme: "Lula, a vergonha personificada do Brasil!"

LULA :BLÁ-BLA´-BLÁ ...

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse na manhã desta sexta-feira (20), que não vai se aposentar da política após o fim do seu segundo mandato, no entanto, ainda não se decidiu se vai participar de algum organismo mundial. "Eu sou um homem sem muitas pretensões futuras. Acho que Deus já foi muito generoso comigo. É visivel que o Brasil está melhorando e que temos muitos problemas também e que 2010 o ano será maravilhoso. Quero apenas contribuir com a eleição de um candidato" Lula também falou que faz questão que todos saibam que vai apoiar a candidata Dilma Rousseff (ministra da Casa Civil), porque ela teria competência e uma história de compromisso com as políticas que o governo vem implementando e que "está devolvendo aos cidadãos o orgulho de serem brasileiros". Em relação a sucessão estadual, o presidente lamentou o rompimento entre o PT e o PMDB na Bahia. Ele disse que apesar da sua insatisfação, percebe que tanto o governador do Estado, Jaques Wagner, quanto o ministro Geddel Vieira Lima, estão tranquilos para as eleições de 2010. " Espero apenas que a campanha seja de alto nível e que a Bahia mude de patamar na política brasileira durante o processo de disputa eleitoral".//.(Fonte: Rádio MetrópoleFM)//.
MOMENTOBRASILCOM.COM(Comenta):
O presidente Lula, continua em todos os seus pronunciamentos, dando uma de 'João sem braço'. Desconversa alguns assuntos de maneira bastante infantil. Pretensões políticas, é o que mais tem. A melhora do Brasil é apenas para a turma instalada em Brasília. A competência e a história de Dilma são de querrilhas e, nenhum brasileiro de respeito tem orgulho disso. Clima de tranquilidade para as eleições baianas, só se for em sonhos.

quinta-feira, 19 de novembro de 2009

STF X LULA: 'PING PONG'.

A mais alta côrte do Brasil, entra tambem no 'jogo de empurra'. O 'Caso Batistti', será decidido pelo presidente Lula.O que nos causa espécie, é o fato de não ter havido empate na decisão. O chamado voto de 'minerva', aconteceu apenas entre os juízes, mas houve uma decisão. Ora, havendo-a, por que não cumprí-la? Por que transferir-se 'responsabilidades'. Por que da existencia deste tribunal que não tem autonomia?. Lembrem-se senhores,que há um tratado/acordo entre Brasil e Itália que, se não cumprido, colocará o país em situação bastante desconfortável. Usando a linguagem popular,'uma tremenda batata quente'. Todavia em se tratando de decisão presidencial, tudo pode acontecer!.






segunda-feira, 16 de novembro de 2009

EFEITOS POLÍTICOS DO "APAGÃO"

Teste de estresse:
BRASÍLIA - Prever o efeito político-eleitoral do apagão de terça-feira é tão difícil quanto apontar já o nome do próximo presidente. Ainda demorará até as causas serem conhecidas. O problema pode persistir ou ser só um caso isolado. Mas o apagão teve utilidade colateral na área política. Foi um perfeito "stress test" -como os norte-americanos se referem a episódios provocados para verificar o comportamento de pessoas ou instituições sob grande pressão. A ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, apareceu comentando a falta de luz em tom ríspido e irritadiço. Revelador. Sobretudo para uma pré-candidata ao Planalto nunca submetida à tensão de uma eleição presidencial. Aliás, a nenhum tipo de eleição. Ao responder sobre o apagão, Dilma Rousseff abandonou o figurino "Dilminha paz e amor" das semanas anteriores. Parecia uma professora passando uma carraspana em alunos indisciplinados -no caso, os repórteres presentes. Antes de assumir quase publicamente sua candidatura, a ministra tinha o costume de usar sua abordagem professoral tratando jornalistas por "minha filha" ou "meu filho". Fez então uma inflexão para "minha querida", sobretudo ao se referir às repórteres. No aperto do apagão, o "minha filha" voltou com tudo nas respostas de Dilma. É compreensível o nervosismo do governo. O blecaute atingiu 18 Estados. Cerca de 70 milhões de brasileiros (muitos deles eleitores) ficaram sem luz. No comando do setor energético estão apadrinhados políticos do PMDB sarneysista. Com sarcasmo, a ministra também perorou sobre o imponderável: "Nós humanos temos um problema imenso. Infelizmente não controlamos chuva, vento, raio. Sempre quisemos, mas não conseguimos ainda". É verdade. O governo só consegue controlar e ter poder sobre as indicações políticas que faz para o setor elétrico.//
(Fonte:Fernando Rodrigues/Folha)//.
MOMENTOBRASILCOM.COM(Comentário):

Temos a mais absoluta certeza que não somos preconceituosos e, muito menos radicas. Somos críticos, sim!. Irreverentes, muitas vezes. Sabemos do nosso potencial e respeitamos os devidos limites. Publicamos diversas matérias a respeito da 'impáfia' da ministra, seus comandados e seu chefe. Dois motivos nos levaram a publicar a matéria acima: 1- Vários são os profissionais da imprensa a externarem tambem opiniões semelhantes. 2- E sem falsa modéstia, comprovamos que estamos no caminho certo.

RESPEITANDO INDIVIDUALIDADES.

Muito além de uma minissaia:
Carregado de expectativas, esse pessoal vai fazer cada vez mais barulho. Tanto quanto Geisy com sua roupa. POR TRÁS DA minissaia de Geisy Arruda existe o surgimento de um novo poder no país, com especial intensidade nas regiões metropolitanas. Talvez isso explique parte da repercussão do escândalo: as classes C e D serão, muito em breve, maioria nas universidades. A estudante apareceu no noticiário cotada para posar na revista "Playboy", participar de um anúncio de lingerie e ser a estrela principal de um filme erótico. Os debates envolvem os mais variados temas: violência, machismo e intolerância, indicadores universitários, pedagogia. E, claro, moda: inspirou um curso de história da moda na sofisticada Casa do Saber. Mas o que me chama atenção é o contexto em que surge Geisy: o do crescimento veloz das matrículas dos mais pobres no ensino superior. É mais veloz do que se imagina. Com base em questionários socioeconômicos dos testes públicos, uma consultoria especializada em ensino superior (Hoper) estima que, em 2012, haverá mais alunos das classes C e D do que A e B nas universidades brasileiras. De 2004 a 2008, a classe C produziu mais de 343 mil universitários -um crescimento no período de 84%. Na classe D, a evolução foi de mais de 333 mil, o que significa 52%. Estamos falando aqui de 676 mil brasileiros, com altas expectativas. "Para a maioria deles, a faculdade é uma espécie de porta da esperança. Muitos são os primeiros a entrar no ensino superior em toda a família", afirma Ryon Braga, diretor da Hoper, que realiza frequentes pesquisas qualitativas para entender o que pensa e sente esses brasileiros. São indivíduos que, em geral, vêm das escolas públicas, têm ainda maiores carências educacionais e baixo repertório cultural. Mas têm a força dos sobreviventes. A Uniban pode estar muito longe do topo de qualidade de ensino, mas Geisy, ao ser expulsa, transmitiu a sensação de que tinha perdido uma chance de futuro, embora nem seu curso se destaque nos rankings do MEC nem ela tenha demonstrado ser uma aluna aplicada. Ela se celebrizou pelos dotes físicos, mas quem ouviu com atenção suas entrevistas viu que soube defender com propriedade seus direitos -é a esperteza de quem junta capacidade de articulação com as dificuldades cotidianas. Entre os mais pobres, dissemina-se a percepção correta de que cada ano de escolaridade corresponde a um salário menor e uma chance mais reduzida de desemprego. Somem-se o aumento de renda da classe C, a queda no valor das mensalidades e programas como o ProUni para se entender essa mudança na paisagem humana. O mercado está cada vez mais de olho nesses movimentos. Formado em administração, Caio Romano criou uma empresa de marketing (Mundo Universitário) para fazer a ponte entre as empresas e os campi. Ele percebe que, nos últimos anos, as empresas se mostram muito interessadas -algumas até de mais- em exibir seus produtos em uma escola povoada por estudantes da classe C e D. "É alguém que, em breve, será em maior número e terá mais dinheiro do bolso", afirma Caio. Por isso, mais publicitários tentam entender e focar seus projetos nesse público. "Um universitário, por mais pobre que seja, aumenta seu padrão de consumo ao tomar contato com mais informações." Tenho testemunhado, há vários anos, como eles, em geral, demonstram mais garra do que os mais ricos, dispondo-se a trabalhar de noite e estudar de dia. Saem perdendo não só por causa do baixo repertório educacional e cultural, mas especialmente pela falta de uma rede de contatos. Como já comentei, muitos dos que conseguem entrar nas melhores faculdades públicas e enfrentar suas deficiências apresentam desempenho melhor do que a média.
Carregado de expectativas, esse pessoal vai fazer cada vez mais barulho. Tanto quanto Geisy com sua minissaia.
PS - O papel da sociedade é cobrar cada vez mais qualidade das faculdades. Mas cuidado com o preconceito: o ensino superior, mesmo do jeito que está, é uma evolução na paisagem social. É melhor mais quatro anos de escolaridade numa faculdade ruim do que apenas o diploma de ensino médio. Coloquei em meu site (www.dimenstein.com.br) mais detalhes sobre a evolução das classes C e D nas universidades brasileiras. //
MOMENTOBRASILCOM.COM(Comentário):
Estamos publicando esta matéria, importância do assunto abordado.

MAIS UMA 'PULADA' DE CERCA.

FHC decide reconhecer oficialmente filho que teve há 18 anos com jornalista:
O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso decidiu oficializar o reconhecimento do filho que teve com a jornalista Mirian Dutra, da TV Globo. Tomas Dutra Schmidt tem hoje 18 anos. O tucano já consultou advogados e viajou na semana passada a Madri, onde vive a jornalista, para cuidar da papelada. A Folha falou com FHC no hotel Palace, na Espanha, onde ele estava hospedado. O ex-presidente negou a informação e não quis se alongar sobre o assunto. Disse que estava na cidade para a reunião do Clube de Madri. Mirian também foi procurada pela Folha, que a consultou a respeito do reconhecimento oficial de Tomas por FHC. "Quem deve falar sobre este assunto é ele e a família dele. Não sou uma pessoa pública", afirmou a jornalista. O ex-presidente e Mirian tiveram um relacionamento amoroso na década de 90, quando ele era senador em Brasília. Fruto desse namoro, Tomas nasceu em 1991. FHC e Mirian decidiram, em comum acordo, manter a história no âmbito privado, já que o ex-presidente era casado com Ruth Cardoso, com quem teve os filhos Luciana, Paulo Henrique e Beatriz. No ano seguinte, a jornalista decidiu sair do Brasil e pediu à TV Globo, onde trabalhava havia sete anos, para ser transferida. Foi correspondente em Lisboa. Passou por Barcelona e Londres e hoje Trabalha para a TV em Madri. Quando FHC assumiu o ministério da Fazenda, em 1993, a informação de que ele e Mirian tinham um filho passou a circular entre políticos e jornalistas.
Procurados mais de uma vez, eles jamais se manifestaram publicamente. Em 1994, quando FHC foi lançado candidato à Presidência, Mirian passou a ser assediada por boa parte da imprensa.
E radicalizou a decisão de não falar sobre o assunto para, conforme revelou a amigos, impedir que Tomas virasse personagem de matérias escandalosas ou que o assunto fosse usado politicamente para prejudicar FHC. Naquele ano, a colunista se encontrou com ela em Lisboa e a questionou várias vezes sobre FHC. "Nem o pai do meu filho pode dizer que é pai do meu filho", disse Mirian. Em 18 anos, o ex-presidente sempre reconheceu Tomas como filho, embora não oficialmente, e sempre colaborou com seu sustento. Nos oito anos em que ocupou a Presidência, os dois se viam uma vez por ano. Tomas chegou a visitá-lo no Palácio da Alvorada, residência oficial da Presidência da República. Depois que deixou o cargo, FHC passou a ver o filho, que na época vivia em Barcelona, com frequência. Mirian o levava para Madri, Lisboa e Paris quando o ex-presidente estava nessas cidades. No ano passado, FHC participou da formatura de Tomas no Imperial College, em Londres. Neste ano, Tomas mudou para os EUA para estudar Relações Internacionais na George Washington University.//(Fonte: Mônica Bergamo/FOLHA)//.

MOMENTOBRASILCOM.COM(Comenta):
Oficialmente a bigamia é considerada crime e condenada pela Igreja Católica. Mas, culturalmente a 'pulada de cerca' é um esporte praticado por mais de 95% da população. Principalmente os integrantes de cargos políticos e pessoas públicas. Se em alguns casos há o 'golpe do baú', a permissividade foi concedida. A verdade é que se, colocar-se um 'guizo' em cada desportista desta modalidade, os cônjuges teriambastante dificuldade para conciliar o sono.

domingo, 15 de novembro de 2009

RELAX de FIM de SEMANA (Dominical)

ATENDENDO A PEDIDOS!
E-MAILS CHEGADOS A REDAÇÃO.

RELAX de FIM de SEMANA (Dominical)

ATENDENDO A PEDIDOS!
E-MAILS da redação.

RELAX de FIM de SEMANA (Dominical)

Atendendo a pedidos!
E-MAILS recebidos.

RELAX de FIM de SEMANA (Dominical)

ATENDENDO A PEDIDOS!
E-MAIS recebidos pela redação, solicitando êste bolero.

RELAX de FIM de SEMANA (Dominical)

TÚNELDO TEMPO! (BIS-2)

RELAX de FIM de SEMANA (Dominical).

TÚNEL DO TEMPO! (BIS).

sábado, 14 de novembro de 2009

RELAX DE FIM de SEMANA (Sabadão)

TÚNEL do TEMPO! (2)


RELAX DE FIM de SEMANA (Sàbadão).

TÚNEL DO TEMPO MUSICAL !

quinta-feira, 12 de novembro de 2009

´CHEGA de IMPÁFIA e de MENTIRAS!

Dilma admite que Brasil não está livre de blecautes, mas nega racionamento:
A ministra Dilma Rousseff (Casa Civil) admitiu nesta quinta-feira que o Brasil não está livre de sofrer novos blecautes, como o que deixou 18 Estados às escuras nesta terça (10). "Nós não estamos livres de blecaute", afirmou. "O que nós prometemos é que não terá neste país mais racionamento", completou a ex-ministra de Minas e Energia. Hoje, Dilma falou pela primeira vez sobre o blecaute e, assim como o ministro Edison Lobão (Minas e Energia), também afirmou que o apagão é um "caso encerrado" para o governo. "Nós trabalhamos com sistema de transmissão de milhares de quilômetros de rede, e interrupções desse sistema ninguém promete que não vai ter. Nós prometemos que não terá racionamento, porque racionamento é barbeiragem", afirmou Dilma, que ainda negou que o país tenha sofrido um apagão. "Não teve [apagão]. Uma coisa é blecaute [outra é apagão]". A ministra repetiu o que foi dito pelo ministro Lobão um dia antes, que atribuiu o blecaute nacional a problemas climáticos. "O que aconteceu é que o sistema foi submetido a uma situação muito grave de ventos, raios e chuvas. E com isso terminou tendo sido desligado. O sistema se protegeu, ele se desligou", afirmou Dilma, em evento em Brasília. Dilma foi criticada pela oposição por não ter se pronunciado antes. Ex-ministra de Minas e Energia, ela ocupou a pasta de 2003 a junho de 2005. Ela negou, porém, que o sistema de abastecimento energético brasileiro seja vulnerável. "Lamento muito o que aconteceu com os consumidores, acho que de fato é muito desagradável, agora fazer deliberadamente confusão onde não tem é tentar apresentar o país com uma fragilidade que não existe. Esse país hoje tem mais energia do que teve em qualquer momento anterior. Isso é muito sério" Segundo a ministra chefe da Casa Civil, caso sejam apontados responsáveis pela falha, a Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) tem obrigação de puni-los. "A Aneel vai punir. Se ela descobrir responsabilidades é obrigação dela punir", afirmou.//(Fonte:BOL)//.

MOMENTOBRASILCOM.COM(Comentário):

A impãfia da canddidta a presidência, continua dando o 'tom' dos seus pronunciamentos. A maneira imperiosa como se dirige às pessoas é lamentável. Respeito é bom, e eu gosto. ComoProfissionalda Imprensa, cidadão brasileiro e que paga os exorbitantes impostos cobrados ao trabalhador, pai de família que se respeita e eleitor, não aceito, não admito e não concordo com as inúneras, imensas e acintosas mentiras ditas nas entrevistas. Chega de enganação! Vá se danar, senhora minstra!.





quarta-feira, 11 de novembro de 2009

MAIS 'PÉROLAS' DO PRESIDENTE!

"Essa é a desgraça de o mundo ser redondo, ele vai girando e não tem como se esconder, todo mundo vai ser vítima da questão do clima”. Presidente Lula, (em evento em São Paulo, comentando a conferência da ONU sobre o clima que será realizada em dezembro em Copenhague).
CPI-BASIL.COM(Comentário):
Preferimos não comentar. (sem nenhuma alusão ao 'jargão' televisivo).


DESAFIO COM PREMIO!

Enviado por:www.sonhadorasnashorasvagas.blogspot.com:
.Este desafio dirige-se aos 5 últimos seguidores (da presente data) do blog. Requisitos para participar no presente desafio:
1º Seguir as regras (para tudo há regras :P);
2° Levar o selo acima que identifica quem está, esteve ou estará no desafio.
3º Completar as seguintes frases:
a) Eu já ...
b) Eu nunca …
c) Eu sei ...
d) Eu quero …
e) Eu sonho …
4º Depois de completar a frase com suas respostas indique 5 blogs para dar sequência ao desafio. As minhas respostas são:
3º):
a) Eu já … fui patinadora artística (bons tempos);
b) Eu nunca… direi que desta ‘água nunca beberei’;
c) Eu sei… exactamente aquilo que quero e não quero;
d) Eu quero…que todos os que me são próximos tenham essencialmente muita saúde e alegria nas suas vidas;
e) Eu sonho … um dia ir ao Egipto.
4º Aqui vão os nomeados:
- A do lado: http://a-felicidade-mora-ao-lado.blogspot.com/
- CPI Brasil: http://www.cpi-brasil.blogspot.com/
- MomentoBrasil: http://www.momentobrasilcom.blogspot.com/
- Filipa: http://www.memydreamsandi.blogspot.com/
- Buxexinhas: http://ofradinhas.blogspot.com/
Missão Cumprida.
*Ainda não tinha recebido nenhum desafio e hoje surgiram dois, eheheh, comigo é tudo aos pares, lol. Hoje farei as minhas 5 primeiras revelações e amanhã outras 5, para manter o ‘mistério’. Vou colocar por ordem de chegada.
Publicada por *C*inderela em 20:21 1 comentários//./
MOMENTOBRASILCOM.COM (Responde):
1)Eu já.....fui bom nadador.
2)Eu nunca... direideste prato não comerei.
3)Eu sei... exatamente aonde quero chegar.
4)Eu quero... extinguir a fome no mundo.
5)Eu sonho... conhecer meu país por inteiro.
Os indicados:
1-www.entremeios-angela.blogspot.com 2-www.regynaestavan.blogspot.com 3-www.aconteciemtosestranhos.blogspot. 4-deficienteciente.blogspot. 5-www.meularinterior.blogspot.com//.

segunda-feira, 9 de novembro de 2009

DIREITO ADQUIRIDO.

È chegado o momento da Delgacia da Mulher do estado de São Paulo, mostrar ao país que realmente funciona e faz jus ao nome. A expulsão da univeirsitária é inaceitável, inadmissível e o que é pior: preconceituosa. Pelo simples fato de possuir corpo e olhos bonitos e usar roupa sensuais, está sendo vergonhosamente apenada. A menos que as brasileiras tenham que adotar o uso das 'burcas'.(foto abaixo) Afinal de contas, dizem muitos que: 'tudo que é belo, tem que ser visto'. Pelo que tomamos conhecimento, não houve atentado ao pudor, muito menos prática de atos libidinosos. A justiça tambem terá que manifestar-se. A UNE, entidade de classe, deveria ser acioada, mas, está mais preocupada no ingresso da política e nas benécies oferecidas por govenantes. Em pleno século XXI, a sociedade não pode permitir o retrocesso a meados do século passado. Senhor Lula: não estudastes por que não o quisestes. Todavia, é sua obrigação como mandatário-mor do Brasil, acompanhar paripasso, cobrando as providencias cabíveis. Prove à nação, seu respeito, moral e competencia no cargo.

domingo, 8 de novembro de 2009

RELAX de FIM de SEMANA (Dominical)

AOS FÃS de JULIO IGLESIAS. DELICIEM-SE.

RELAX de FIM de SEMANA A(Dominical)

A BOA MÚSICA para nossos leitores e amigos!

rRELAX de FIM de SEMANA (Dominical)

H E Y ! Continue no MOMENTOBRASILCOM.COM.

rRELAX de FIM de SEMANA (Dominical)

O CONTAGIANTE RAY CONNIFF e su Orquestra!

RELAXde FIM de SEMANA (Dominical)

MAMBO, CALIENTE RÍTMO DAS AMÉRICAS!

RELAX de FIM de SEMANA (Dominical).

SAMBA, O RITMO BRASILEIRO!




SAMBA O RÍTMO BRASILEIRO!


RELAXde FIM de SEMANA (Dominical)

MATANDO 'SAUDADES" (a pedidos):




sábado, 7 de novembro de 2009

AGRADECENDO, PARTICIPANDO E INDICANDO!

Brincadeira Gostosa :
1 - Seguir as regras.
2 - Levar o selo acima para identificar quem está, esteve ou estará na brincadeira.
3 - Completar as seguintes frases:
a) Eu já... (SIM)chorei por alguém.
b) Eu nunca... (SEMPRE)deixo os maus sentimentos permanecerem por muito tempo - só o necessário.
c) Eu sei...(SIM) que somos feitos para superar tudo, até a morte.
d) Eu quero... (SIM) ser uma pessoa melhor.
e) Eu sonho...(SIM) ver meus filhos crescidos, realizados e felizes.
4 - Depois, indique 5 blogueiros para dar sequência à brincadeira.
Repasso para:
Ane
Roy Lacerda
Vick
Cássia
Lola
Bia Martinho
Sandra Botelho
Psiquismo Desmestificado
Kelly
Postado por Jacke às 02:29://.
MOMENTOBRSILCOM.COM(Comentário):
Nossas respostas estão entre parenteses. Indicamos tambem para participar:
1-Ângela (Entremeios) 2-Norma Villares (Ecos da Alma) 3-Ana Simões (Meu lar interior) 4- Vera (Deficienteciente) 5-AnaPaz (RecantoInterativo) 6-Regina Goulart (entrelinhas) 7-Belks (De tudo un Poco) 8-Regina Estevan (Coisas Assim) 9-Amélia(Alma Inquieta). //.

RELAX de FIM de SEMANA (Sábado)

Aumentando som de PC e navegando pelo MOMENTOBRASILCOM.COM


RELAX de FIM de SEMANA!

No embalo da alegria!!!!

quinta-feira, 5 de novembro de 2009

LÍNGUA 'AFIADA' OU VINGANÇA?

Em entrevista a jornal, Caetano Veloso diz que Marina "não é analfabeta como Lula" :
O cantor Caetano Veloso afirmou, em entrevista na edição desta quinta-feira do jornal "O Estado de S.Paulo", que, se a senadora Marina Silva (PV-AC) for candidata à presidência da República em 2010, ele votará nela, e chamou o presidente Luiz Inácio Lula da Silva de "grosseiro" e "cafona". "Não posso deixar de votar nela. É por demais forte, simbolicamente, para eu não me abalar. Marina é Lula e é Obama ao mesmo tempo. Ela é meio preta, é cabocla, é inteligente como o Obama, não é analfabeta como o Lula, que não sabe falar, é cafona falando, grosseiro. Ela fala bem", afirmou. Caetano afirmou acreditar que Marina é uma pessoa "responsável e muito sensata" e, no poder, poderá ser "mais pragmática que Lula". "Suponho que agora ela não parece ter essa capacidade, com as coisas como estão".//(Fonte:FOLHA)//.
MOMENTOBRASILCOM.COM(Comentário):
È! O Caê abriu o verbo e soltou os cachorros. Disse o que muita gente neste país não teve coragem. Fica apenas a dúvida: Mágoa ou vingança! De qualquer sorte, foi verdadeiro. Parabéns!