quarta-feira, 2 de dezembro de 2009

NEM SÓ DE PÃO, VIVE O HOMEM!

NOTA do EDITOR:
Criamos o Momentobrasilcom.com com a finalidade de expor nossas opiniões à respeito dos desmandos políticos e administrativos no Brasil, de forma imparcial e sem 'rabo preso'. Portanto linha política. Mas,contudo, todovia e entretanto, alem de profiisional da imprensa, somos adéptos da Doutrina Espírita e atuantes. Chegou-nos às mãos o e-mail abaixo assinado por colunista do CPI-BRASIL.COM onde assina a coluna Religião/Espiritismo. Acasos não existem e nada acontece sem uma razão de ser, por isso estamos publicando.
Queridos amigos :
Todos os anos eu recebia um e-mail falando da campanha dos Correios sobre adotar uma carta para Papai Noel, e até então eu nunca me lembrava de ir até uma agência dos correios para dar uma olhada nas cartas e adotar uma, pois meu corre-corre nunca deixava, ou por puro esquecimento. Então ontem (02/12) tive que ir com um amigo à agência central dos correios daqui de Caruaru-PE para postar um documento para a empresa a qual trabalho, e eis que nos deparamos com uma parede cheia de cartinhas coladas num mural, todas endereçadas a Papai Noel. Automaticamente paramos e começamos a lê-las. E uns dois minutos após ler cartinhas engraçadas e crianças pedindo desde bicicletas à celulares, ouvimos um choro ao nosso lado, e vimos um senhor chorando de soluçar com uma carta na mão, e então ele nos mostrou a carta e também não nos aguentamos, pois a carta escrita pelas mãos de uma criança que pedia de presente de Natal apenas 2kg de feijão para que a família pudesse comer na ceia de Natal... Sabemos que criança gosta mesmo é de brinquedo, e então pra chegar ao ponto de a própria criança pedir comida para Papai Noel, ou roupa, é porque a situação não está boa... Daí então pensamos que se tinha uma carta assim lá, outras também chegariam com pedidos como este (pois elas são renovadas diariamente), então nos propusemos a todos os dias ir lá na agência até encontrar outras assim, e hoje cedo já fomos e achamos não somente uma, mas várias cartas de partir o coração, mas que infelizmente não temos condições de ajudar a todos e adotar todas as cartas, entretanto separamos quatro que nos tocaram mais e às quais vamos atender inicialmente: duas delas pedem cestas básicas, uma pede um carrinho de boi e outra uma bola "para poder fazer amigos"...(olhaí D.Sônia para onde vai parte do seu apoio) Outras haviam onde um menino pedia um carro, mas não era um carro de brinquedo, era um "carro de mão" para carregar "frete" na feira e outra, ainda, pedia um colchão porque a menina e a irmã dormiam no chão da casa da avó... São diversas situações que nos tocam profundamente o coração. Então gostaria de pedir a todos que, se puderem (e acredito que todos podemos), vão lá na agência dos correios de onde você mora e adotem uma carta, pois, embora existam pedidos claramente mascarados, a maioria pede tão pouco: uma bola, uma boneca, uma roupa, uma sandália... Se cada um pegar uma carta daremos tão pouco, e teremos o privilégio de tornar o Natal mais feliz para uma criança e sua família, e não deixar que a esperança morra no coração dessas pequenas criaturas. Para que vocês tenham uma idéia, segue abaixo uma das cartas que peguei, que foi escrita pela mãe, pois a criança ainda tem três anos, mas como dizia Kardec temos que nos orientar pelo sentido real e não pela letra literal. (caso deseje ver a imagem maior acesse o blog e clique na cartinha - www.bomespirito.com) Gostaria ainda de lembrar a todos as palavras de Jesus quando nos afirma que fizemos à ele "quando demos de comer a quem tinha fome, de beber a quem tinha sede, de vestir a quem estava nú; quando o visitamos quando estava enfermo ou preso". Que Deus os abençoe e que vocês também possam ser uma bênção na vida de alguma dessas crianças. Não perca essa oportunidade. Repasse para que outros possam fazer sua parte, enquanto ainda dá tempo.
(Paz com todos.
João Batista Sobrinho).

3 comentários:

Conceição Duarte disse...

rOY, SE TÁ CERTÍSSIMO, AS VEZES POR CAUSA DO CORRE CORRE, A GENTE COMETE ERROS QUE JAMAIS PODEREMOS CORRIGIR. QUE BOM QUE HOJE VC TEVE UM TEMPO PARA LER AS CARTINHAS DO CORREIO E QUE BOM QUE ENCONTROU ALGUÉM PRÓXIMO A VC PARA PODER AJUDAR. CRIANÇA QUER MESMO É BRINQUEDO, MAS AS NOSSAS E MUITAS OUTRAS, DE OUTROS PAÍSES, PRECISAM DE COMER PARA PODER BRINCAR. E ISSO É TRISTE DEMAIS.
SOMOS PRIVILEGIADOS, MAS AS VEZES ESQUECEMOS DE QUEM PRECISA E MUITO DE TÃO POUCO...
ADOTEI OS MEUS TAMBÉM, TODO NATAL FAZEMOS ISSO E É MUITO BOM, MAS FICA SEMPRE A SENSAÇÃO DE QUE PODERÍAMOS FAZER MAIS E POR MUITAS VEZES...
VAMOS VER SE HORA DESSAS A GENTE APRENDE RSRSRS
QUANTO A SUA DICA É MARAVILHOSA TB... FAÇO ISSO ATÉ COM CARRO QUANDO A SUBIDA É ÍNGREME DEMAIS
KAKAKAKAKAKAK IMAGINA COM AGENTE?!
OBRIGADA POR SUA AJUDA, BJS CON

angela disse...

Que bom que trouxe esse assunto aqui, eu li a poucos dias no blog da Mariana, que ela foi ao correio de sua cidade, Gravataí-RS e ficou sabendo que as cartinhas não estavama disposição por não terem quem as separassem e assim estavam sendo mandadas para Porto Alegre...nem é preciso comentar, mas pensei agora que poderiamos mandar e-mail para a prefeitura e/ou correio reclamando, assim isso não vira uma pratica comum e "economica".
abraços

TRIBUNA-BRASIL.COM disse...

Amigo Roy, estava leu. ou meus parabéns a todos que aderirem. Numa sociedade tão mesquinha em que vivemos, não custa nada um pouco de solidadriedade aos menos afortunados. (O INDIGNADO)