quarta-feira, 22 de julho de 2009

O CINISMO DO PRESIDENTE.

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva aproveitou a posse do novo procurador geral da República, Roberto Gurgel, na manhã desta quarta-feira, para atacar a imprensa.
- Você tem duas possibilidades. Você pode engavetar processo, você pode aceitar pressão do Poder Legislativo, você pode aceitar pressão do Poder Executivo, você pode aceitar pressão do da imprensa - que às vezes quer condenar antes do processo ser feito corretamente - disse Lula, recomendando que os membros do Ministério Público sigam os preceitos constitucionais: - Você tem vários campos de pressão que você pode ceder, mas a única coisa que dará tranquilidade a alguém que tem poder de procurador geral da República e dos membros da Procuradoria é ter como único fator de pressão as garantias constitucionais para fazer as investigações. Caso contrário estaremos absolvendo culpados e condenando inocentes.
Lula afirmou que o governo não criará dificuldades para as investigações do Ministério Público, mas recomendou que a biografia do investigado seja levada em consideração.
- Gurgel, nesse um ano e meio de convivência que vamos ter, jamais farei um pedido pessoal e jamais colocarei um alfinete para atrapalhar qualquer investigação da instituição. A única coisa que peço é que uma instituição que tem o poder do Ministério Público, garantido pela Constituição, tem o direito e a obrigação de agir com a máxima seriedade, não pensando apenas na biografia de quem está fazendo a investigação, mas pensando da mesma forma na biografia de quem está sendo investigado - disse.//.//
MOMENTOBRASILCOM.COM(Comentário):
As 'abrobrinhas' proferidas por Lula em entrevistas e discursos são corriqueiras. Mas êste discurso acima, dá nojo. Nos causa asco. Usa mais uma vez o critério de dois pesos e duas medidas. Lembra-nos um velho e conhecido 'cacique político baiano' que dizia:"aos amigos tudo!. Aos inimigos a fria interpretação da lei". E Lula, segue pelo mesmo caminho. Cita a Constituição como lei maior a ser seguida pelos componentes da Procuradoria Geral da Repúlica, a mesma que desrespeita incontáveis vezes e, apenas para citarmos a mais atual, a declarada e descarada campanha presidencial antes do prazo e, desavergonhadamente deixa um últimatum aos procuradores quando fala em levar-se em consideração a biografia (leia-se nas entrelinhas de Sarney), numa clara, prepotente e ostensiva defesa do larápio amigo. Sr.Presidente: é sabido por todos, sua total falta de ética, moral e respeito para consigo mesmo, familiares e o povo brasileiro. Excetuando-se aquels que estão à seu serviço, respeite a imprensa e os profissionais que dela fazem parte. E eu faço parte. Quero e exijo o devido respeito.
























3 comentários:

Laguardia disse...

Eu considero o seguinte trecho do discurso como uma ameaça ao Procurador Geral da República, é como se dizer se você não dançar conforme a minha música, meus aliados no Congresso te castram.

"Posso lhe dizer aqui, na frente dos procuradores, que da parte deste governo, você só irá encontrar mais flexibilidade na abertura das portas para que o Ministério Público possa cumprir com a sua função magnânima que os constituintes de 88 deram ao Ministério Público. Por favor, não jogue isso fora, porque um dia vai aparecer alguém que acha que vocês são demais e vai mandar mudanças para o Congresso Nacional. Por favor, não jogue isso fora, porque daqui a pouco aparecerá dentro do Congresso Nacional alguém que se sinta perseguido por vocês e proponha mudanças. E nós sabemos que a mudança nunca será para mais liberdade, será para mais castramento" .

angela disse...

Agora ficou pior com a divulgação da gravação do filho do Sarney pedindo emprego pro namorado da filha dele.
Voce tem 3 blogs?
Abraços

MOMENTOBRASILCOM.COM disse...

Oi Ângela:Vamos por partes: 1-obrigado p/comentários; 2- O Momentobrasilcom.com sim. Sou o responsável; Já o cpibrasil.com tenho a honra de coordenar uma equipe, sendo o Editor-Ch e um dos redatores. Abrçs Roy Lacerda.