sexta-feira, 19 de junho de 2009

DOIS PESOS E DUAS MEDIDAS NÃO, SR. MINISTRO!

STF, vai decidir se exige o diploma para os seus jornalistas. Segundo declarações do presidente Glmar Mendes, "questões pontuais" serão discutidas posteriormente". Com esta declaração, está nas entre-linhas, a válvula de escape. Privilegiar uns em detrimento de outros, é discriminação. O pau que dá em Chico, tem que ser o mesmo que dá em Francisco. Se o diploma caiu por terra, tem que haver condições de igualdade para todos. O Zé das 'farinhas", vendedor no mercado popular lá de 'não sei das quantas", tem o mesmo direito de ser o "Porta-Voz" da presidência. A Zeferina lavadeira, tem o mesmo direito de ser a assessora de imprensa do planalto. Se não há mais necessidade de diploma e de curso universitário, direitos iguais para todos. Se rebaixaram o nível da profissão,o diploma tem qer ser considerado, um "zero" à esquerda. O direito de quem tem 'olhos azuis', deve ser o mesmo de 'um caôlho". Afora isto, é um desrespeito sem tamanho. Não queiram consertar o vaso, depois de quebrado. Custou-nos caro ter o diploma. Mas, se foi jogado no lixo, de sâ consciência, não podemos aceitar privilégios.Exijimos "RESPEITO".

Um comentário:

Eliane Jany Barbanti disse...

Seus assuntos são bastante polemicos...
agradeço sua visita e pelo apoi de tornar-se meu seguidor.
Abs.
Eliane