quinta-feira, 9 de abril de 2009

FECHANDO A PORTA APÓS ARROMBAMENTO.

Com a investigação do "Caso Maluff", a Polícia Federal, ganhou 'forças' e o governo federal tinha grande interesse, pois, o ex-governador de S. Paulo é considerado inimigo 'ferrenho'. A PF ampliou 'seus braços e garras' em todos os sentidos, aponto de: possuir dossiês com amplo leque de informaçôes à respeito de políticos com importantes cargos no governo, empresas, empresários e lobistas. Nesta segunda-feira, "os três poderes": executivo, legislativo e judiciário ou sejam:Lula, Sarney, Temer e Gilmar Mendes, reunem-se para diminuir o poderio da Polícia Federal, na tentativa de 'esconder' fatos e proteger autoridades de possíveis ' constrangimentos'. Usando um termo bastante conhecido e popular na atualidade, estão tentando "fritar" alguns componentes da ABIN e delegados da PF, provocando uma "queima de arquivos". Será que, contra a canditada da presidencia, tem algo muito grave? será? Pimenta nos olhos dos outros, é refresco"!

Nenhum comentário: